JOSÉ FIGUEIREDO, ECONOMISTA

O que fazer com o dinheiro russo na posse do ocidente?

A guerra na Ucrânia vai para dois anos e, infelizmente, não se pode dizer que as coisas estejam a...

JOSÉ FIGUEIREDO, ECONOMISTA

A falibilidade das previsões e o caminho futuro das taxas de juro

No final de 2022 cometi o erro imperdoável de fazer previsões para 2023. Fazer previsões...

JOSÉ FIGUEIREDO, ECONOMISTA

Como regular a inteligência artificial de uma forma inteligente

O mundo de hoje oferece-nos muitas razões para inquietação. Crise política...

JOSÉ FIGUEIREDO, ECONOMISTA

Elevar o alvo da inflação não é boa ideia

Muito boa gente começa a tentar convencer-nos de que nos devemos habituar a viver com...

JOSÉ FIGUEIREDO, ECONOMISTA

Apesar dos erros, são preferíveis os bancos centrais independentes

O que é talvez mais surpreendente por estes dias é a mudança na comunicação...

JOSÉ FIGUEIREDO, ECONOMISTA

A China, os seus problemas e porque isso nos deve preocupar

A economia chinesa está a passar por dificuldades. Curiosamente, na situação atual...

JOSÉ FIGUEIREDO, ECONOMISTA

As taxas de juro ou os banqueiros centrais perdidos no seu labirinto

Há um par de meses escrevi neste espaço de crónica que os banqueiros centrais, em larga...

JOSÉ FIGUEIREDO, ECONOMISTA

A inteligência artificial ou como Prometeu regressa à cena do crime

Devemos precaver-nos contra o pecado da húbris. Os gregos antigos, esse povo luminoso, mas...

JOSÉ FIGUEIREDO, ECONOMISTA

A inteligência artificial: Precisamos de regulação forte

Com o lançamento do ChatGPT da OpenAI, uma empresa onde a Microsoft tem um investimento significativo,...

JOSÉ FIGUEIREDO, ECONOMISTA

O FADO DAS CRISES BANCÁRIAS uma proposta de solução revolucionária

Volta, meia-volta temos uma crise bancária. A frequência desse tipo de eventos é maior do...

JOSÉ FIGUEIREDO, ECONOMISTA

Vem por aí uma nova crise bancária?

E, de repente, o mundo está de novo confrontado com a uma crise bancária. Primeiro foi o...

JOSÉ FIGUEIREDO, ECONOMISTA

Como o melhor emprego do mundo se transformou num inferno

Durante algum tempo alimentei a ideia de que os banqueiros centrais tinham o melhor emprego do mundo. Se...

JOSÉ FIGUEIREDO, ECONOMISTA

A derrocada das bitcoins. Faz sentido regular o mercado dos ativos...

 Acontecimentos recentes parecem ter vindicado os que, como este vosso humilde criado, andavam a bradar...

JOSÉ FIGUEIREDO, ECONOMISTA

Previsões económicas para 2023: O ano de todos os cenários

Não sei o que me deu!… Os que têm a misericórdia de acompanhar estas minhas...

opinião

EUGÉNIO FONSECA

A propósito do contributo da CNIS para as próximas eleições
É já tradição que as organizações de diferentes âmbitos, aproveitem os atos eleitorais para fazerem valer as suas reivindicações mais...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Cuidar da democracia
Neste ano vamos a eleições pelo menos duas vezes (três para os açorianos), somos chamados a renovar o nosso laço político com a comunidade, escolhendo...