Problemas comuns do homem de hoje

Certamente que todos já tivemos, num ou noutro momento da vida, uma sensação de...

Sol na eira, chuva no nabal

Os últimos meses foram para esquecer (ou para recordar): duas crianças mortas num...

Depoimento

Tenho acompanhado com atenção e agrado os preparativos para o Congresso que será, simultaneamente, de...

Imperialismo democrático…

Ninguém com sentido de dignidade pode sentir-se tranquilo vendo como os iraquianos saltam pelos ares, se...

Natal e não Dezembro...

São os jovens que educamos hoje que vão ou não cuidar de nós daqui a vinte anos....

Parabéns à CNIS

Foi com particular agrado que participei na Assembleia Geral da CNIS que ocorreu em Fátima no passado...

O PNACE (Programa Nacional de Acção para o Crescimento e o Emprego -...

No âmbito da revisão da Estratégia de Lisboa que foi concretizada durante a reunião...

Sobre as mulheres - e outras exclusões

(...) É por isso que, quando há quem defenda a introdução de um mecanismo de...

As organizações da sociedade civil têm de ser muito mais...

Quando em 2003, a Comissão Europeia (comissário Barnier), publicou o Terceiro Relatório...

IPSS: Movimento Social?

Apesar de, após a minha retirada de presidente da ex-UIPSS, me ter abstido de comentar factos ou...

MAIS DOIS DESAFIOS PARA AS IPSS

O Plano de Formação Anual e a Avaliação de Desempenho do pessoal

Na sequência da publicação do Código do Trabalho e do CCT negociado pela CNIS com...

A retórica da banalidade

A nossa proposta é a de que os actuais acordos de cooperação sejam revistos, com...

Habituem-se II

Afinal, sem o sabermos, o seráfico Dr. Vitorino, além de outros atributos que o indicam sempre...

Que farei quando tudo arde?

Mais uma vez em férias na Galiza, vou acompanhando, de longe - como o Presidente da República e...

Confrontar a transformação demográfica, uma nova solidariedade...

Como todos nós sabemos há muito tempo que se fala sobre o problema da natalidade ser...

opinião

JOSÉ A. DA SILVA PENEDA

A indisfarçável ausência de planeamento na gestão da pandemia
O medo instalou-se. É indisfarçável. Os números das últimas semanas anunciam o pior e as entidades oficiais confirmam. Teme-se a rotura nos hospitais. Entretanto, perante...

opinião

JOSÉ LEIRIÃO

Os dias passam e a incerteza permanece acerca do futuro na saúde e na economia e no emprego
A informação e as diferentes medidas tomadas pelos vários países na União Europeia são diferentes e, em muitos casos, contraditórias. Isto demonstra a falta...