TERMOS E CONDIçõES DE ACESSO

POLÍTICA DE PRIVACIDADE | TERMOS E CONDIÇÕES | POLÍTICA DE COOKIES

QUEM SOMOS?

Cumprindo a legislação e o RGPD - REGULAMENTO (UE) 2016/679 DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO de 27 de abril de 2016, relativo à proteção das pessoas singulares no que diz respeito ao tratamento dos seus dados pessoais e à livre circulação desses dados, informamos que o Jornal Solidariedade é um órgão de Comunicação Social da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade com sede na rua da Reboleira, 47,  4050-492 Porto, com o NIPC 501 146 253, doravante designado por “Jornal Solidariedade”, que atua na área do Comunicação Social. 

 

QUEM É O RESPONSÁVEL PELO TRATAMENTO DE DADOS?

A entidade Responsável pelo Tratamento dos dados pessoais é Vítor Manuel Ferreira Pinto.

 

PORQUÊ UMA POLÍTICA DE PRIVACIDADE?

Porque no “Jornal Solidariedade” estamos empenhados em proteger a privacidade dos seus Utilizadores (Titulares dos dados), elaboramos esta Política de Privacidade com a finalidade de demonstrar o nosso compromisso e respeito para com as regras de privacidade e da proteção dos dados pessoais. 

Caso não concorde com a nossa Política de Privacidade, por favor não prossiga com o preenchimento do formulário.

 

O QUE É ABRANGIDO POR ESTA POLÍTICA DE PRIVACIDADE?

Esta Política de Privacidade aplica-se exclusivamente à recolha e tratamento de dados pessoais efetuados pelo “Jornal Solidariedade”, no âmbito da sua atividade e para os fins previstos.

 

QUE TIPO DE DADOS PESSOAIS SÃO RECOLHIDOS?

O “Jornal Solidariedade”, recolherá dados pessoais fornecidos pelo Utilizador quando preenche os respetivos formulários. Os dados recolhidos são os adequados, pertinentes e não excessivos em relação ao âmbito, finalidades e serviços determinados previamente, explícitos e legítimos  do “Jornal Solidariedade”. Neste caso, os dados recolhidos são os que constam neste site: http://www.solidariedade.pt/

 

COMO RECOLHEMOS ESSES DADOS?

Ao fornecer os seus dados, dará o seu consentimento expresso para que o “Jornal Solidariedade”, recolha e trate os seus dados pessoais, incluindo a gravação e conservação nos seus servidores, no âmbito da sua atividade e para os fins previstos e descritos na presente Política de Privacidade.

 

 

PARA QUE SÃO UTILIZADOS OS DADOS?

Os dados fornecidos pelo Utilizador serão utilizados pelo “Jornal Solidariedade”, com a finalidade de enviar newsletter. 

Para tal é necessário submeter os dados dos interessados a operações de padronização, deduplicação, filtragem e verificação de correção, coerência e clareza.  

 

POR QUANTO TEMPO VAMOS CONSERVAR OS SEUS DADOS?

Os seus dados serão conservados até que nos informe que pretende proceder à eliminação dos mesmos.

 

 

COMO VAMOS ATUALIZAR OS SEUS DADOS?

Os seus dados serão atualizados sempre que nos informe que pretende proceder à atualização dos mesmos, ou num período de tempo que se entenda como razoável, solicitando-lhe a confirmação e atualização dos dados.

 

 

COMO EXERCER O DIREITO DE ACESSO, RETIFICAÇÃO E CANCELAMENTO DOS DADOS?

O Utilizador poderá exercer os seus direitos de acesso, retificação e cancelamento dos seus dados pessoais. O exercício deste direito poderá ser feito através da opção Sair da Lista no site http://www.solidariedade.pt/.

 

 

COMO OPOR-SE À RECEPÇÃO DE CONTACTOS PARA FINS DE MARKETING?

Caso não pretenda recepcionar estas comunicações pode opor-se, a qualquer momento, à utilização dos seus dados para fins de marketing, através do nosso site  http://www.solidariedade.pt/.

 

COMO ASSEGURAMOS A SEGURANÇA DOS SEUS DADOS PESSOAIS?

Os dados pessoais disponibilizados por si, serão incorporados num ficheiro automatizado nos termos e condições estabelecidos no RGPD.

A <<Nome_Empresa>> respeita as melhores práticas no domínio da segurança e da proteção dos dados pessoais, tendo para tal um sistema de gestão, que garante a segurança, a confidencialidade dos seus dados pessoais, bem como a privacidade das comunicações eletrónicas.

A política de segurança de recolha e armazenamento de dados pessoais, da nossa entidade contempla, além de outros aspetos, um importante investimento em tecnologia e procedimentos, que impedem o acesso aos dados pessoais por pessoas não autorizadas. Tomamos todas as medidas de segurança que entendemos serem indispensáveis à proteção dos seus dados pessoais.

Para além disto, a nossa entidade alerta os seus Utilizadores para a necessidade de adotarem medidas complementares de segurança, designadamente o assegurarem–se que utilizam um browser atualizado em termos de patches de segurança adequadamente configurados, com firewall ativa, antivírus e anti-spyware, bem como certificarem-se sempre da autenticidade dos sites que visitam na internet, devendo evitar sites em cuja reputação ou origem conheçam ou não confiem.

 

 

COMO É ASSEGURADA A TRANSFERÊNCIA DOS SEUS DADOS PESSOAIS?

A prestação de determinados serviços pela nossa entidade pode implicar a transferência dos seus dados para fora de Portugal. Em tal caso, a entidade cumprirá rigorosamente as disposições legais aplicáveis, nomeadamente quanto à determinação da adequabilidade de tal País no que respeita à protecção de dados pessoais e aos requisitos aplicáveis a tais transferências.

 

PROTECÇÃO CONTRA SPAM

O SPAM ou a atividade de spamming, consiste no envio indiferenciado de e-mails a desconhecidos sem o seu consentimento. 

A nossa entidade garante que não utilizará os seus dados, para nenhum outro fim que não os anteriormente descritos nestes Termos.

 

COMO UTILIZAMOS OS COOKIES?

Um cookie é um ficheiro que é instalado no computador quando se acede a determinadas páginas na Internet. 

Os Cookies utilizados são os seguintes:

  1. Cookies próprios: são aqueles que são enviados para o equipamento terminal do utilizador a partir de um computador ou domínio gerido pelo próprio editor e do qual fornece o serviço solicitado pelo utilizador.
  2. Cookies de terceiros: Os que são enviados para o equipamento terminal do utilizador a partir de um computador ou domínio que não é gerido pelo editor, mas por outra entidade que trata os dados obtidos por meio de cookies.
  3. Cookies de sessão: São um tipo de cookies projetados para angariar e armazenar dados enquanto o utilizador acede a uma página web.
  4. Cookies persistentes: São um tipo de cookies em que os dados permanecem armazenados no terminal e podem ser acedidos e tratados durante um período definido pelo responsável do cookie, e que pode variar de alguns minutos a vários anos.
  5. Cookies técnicos: São aqueles que permitem ao utilizador a navegação através de site, plataforma ou aplicação e a utilização das diferentes opções ou serviços que nele existam como por exemplo, controlar o tráfego e a comunicação de dados, identificar a sessão, aceder a áreas restritas, recordar os elementos que integram um pedido, realizar o processo de compra de um pedido, realizar a solicitação de inscrição ou participação num evento, utilizar recursos de segurança enquanto navega, armazenar conteúdos para a difusão de vídeos ou sons ou compartilhar conteúdos através de redes sociais.
  6. Cookies de personalização: São aqueles que permitem ao utilizador aceder ao serviço com algumas características de carácter geral predefinidas com base numa série de critérios no terminal do utilizador como por exemplo o idioma, tipo de browser através do qual acede ao serviço, a configuração regional de onde acede o serviço, etc.
  7. Cookies de análise: São aqueles que permitem aos seus responsáveis acompanhar e analisar o comportamento dos utilizadores dos sites aos quais estejam vinculados. A informação recolhida através de tais cookies é usada para medir a atividade dos sites, aplicativos ou plataformas e para a criação de perfis de navegação dos utilizadores desses sites, aplicativos e plataformas, a fim de realizar melhorias em base na análise dos dados de uso feito pelos utilizadores do serviço.
  8. Cookies publicitárias: São aqueles que permitem a gestão, da forma mais eficaz possível, dos espaços publicitários que, o editor haja incluído num site, aplicativo ou plataforma de onde presta o serviço solicitado com base em critérios como o conteúdo editado ou a frequência em que os anúncios são exibidos.
  9. Cookies de publicidade comportamental: São aqueles que armazenam informações sobre o comportamento do utilizador obtido através da observação contínua de seus hábitos de navegação, permitindo desenvolver um perfil específico para exibir anúncios com base no mesmo.

 

Data de introdução: 2018-05-24



















editorial

Respostas sociais dirigidas a pessoas idosas

Um diagnóstico de saúde da população servida pelas IPSS associadas da CNIS, feito pela Universidade de Évora e coordenado pela investigadora responsável Felismina Mendes, revela que, segundo a Carta Social, no período 2000-2016,...

Não há inqueritos válidos.

opinião

PADRE JOSÉ MAIA

“Quem não é contra nós, é a nosso favor…”
Inspirei-me nesta mensagem de S. Marcos (9.38-40) para partilhar com os leitores do SOLIDARIEDADE um processo de análise de comportamentos humanos que não é muito habitual na...

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

O Mediterrâneo e o naufrágio da Europa
A Europa está a passar por um momento difícil no que respeita ao seu grande objectivo político de constituir e funcionar como uma verdadeira União, fazendo assim jus ao nome por...