SAÚDE

Alguns medicamentos estão mais baratos

Há 76 medicamentos que custam menos nas farmácias, devido a uma medida das autoridades do sector que abrangerá um total de 152 fármacos e representa uma redução de 6,6 milhões de euros nos custos dos doentes.

A redução do preço dos medicamentos resulta de uma decisão tomada em Agosto pelo Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento (Infarmed), depois de um levantamento inicial ter apurado que 168 medicamentos apresentavam um custo excessivo.

Posteriormente, o Infarmed concluiu que afinal dez medicamentos não possuíam um valor demasiado elevado, e estabeleceu a data de 14 de Fevereiro do próximo ano como o limite para que um total de 152 fármacos desça o seu preço.

Porém, até lá poderão estar no mercado, em simultâneo, embalagens do mesmo medicamento com custos diferentes. Tal resulta de terem entrado no mercado embalagens marcadas com os preços antigos, antes de estar concluído o processo de redução do seu valor, pelo que a harmonização dos preços vai acontecer à medida que se forem esgotando esses stocks.

 

Data de introdução: 2004-11-17



















editorial

DIREITOS DAS PESSOAS IDOSAS

(...) O envelhecimento humano é um dos únicos fatores naturais que interligam a todos; torna-se primordial o respeito à vida e à dignidade humana, o que é responsabilidade do poder público, mas também de todos os...

Não há inqueritos válidos.

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

Os populistas e o descrédito do populismo
Nas últimas semanas, foram muitas as notícias protagonizadas por políticos que cultivam aquilo que vulgarmente se chama populismo, um vírus que vem marcando fortemente a vida...

opinião

JOSÉ A. DA SILVA PENEDA

Ensinamentos da pandemia
Vivemos um tempo único, que toca a todos e em todo o mundo. De repente, mudaram-se hábitos, atitudes, comportamentos e formas de pensar. Instalou-se a incerteza, a angústia, o medo e,...