CORONAVÍRUS

DGS emite orientação que IPSS devem seguir

Decretada a emergência global, pela Organização Mundial de Saúde (OMS), no âmbito da infeção por novo Coronavírus (2019-nCoV ou nCoV) com origem em Wuhan, China, a Direção-Geral de Saúde (DGS) portuguesa emitiu uma Orientação, que as IPSS devem levar em conta.
A Orientação da DGS descreve os procedimentos a desenvolver para minimizar o risco de transmissão desta infeção por nCoV.
A orientação pode ser atualizada, a qualquer momento.
Da literatura disponível até ao momento 1, os coronavírus (nCoV – 2019) são transmitidos por:

- gotículas respiratórias (partículas superiores a 5 mícrons);

- contacto direto com secreções infetadas;

- aerossóis em procedimentos terapêuticos que os produzem.

Todo o cuidado é pouco e as IPSS devem ter isso em atenção e seguir as orientações das autoridades.

 

Data de introdução: 2020-01-31



















editorial

DIRIGENTES SOCIAIS

Temos uma grande rede de apoio social de proximidade porque existem no terreno milhares de Instituições de Solidariedade, sustentadas por milhares de homens e mulheres Dirigentes Sociais voluntários. 

inquérito

Como avalia o acordo de cooperação 2021-2022 que a CNIS assinou com o governo?

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

Os valores que escasseiam nos dias de hoje
A preocupação central com o ser humano, a liberdade e o desenvolvimento de uma cultura reformista e de compromisso são, em minha opinião, os três valores mais decisivos no...

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

Acácio Catarino um amigo das IPSS
Há mulheres e homens que não deveriam morrer. Contrariamente ao pensamento predominante, eu defendo que há gente mesmo imprescindível. Bem diferente é os que vivem como...