ESTRATÉGIA NACIONAL PARA A INTEGRAÇÃO DE PESSOAS SEM-ABRIGO

Henrique Joaquim escolhido para gestor nacional

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social anunciou a criação de um gestor nacional da estratégia de apoio às pessoas sem-abrigo.
O gestor nacional será Henrique Joaquim, ex-dirigente da Comunidade Vida e Paz, uma IPSS que se dedica ao apoio aos sem-abrigo, e que segundo a ministra, é uma pessoa com muita experiência.
"É um nome que nos deixará a todos bastante confortáveis porque é uma pessoa com muita experiência", considerou Ana Mendes Godinho durante uma audição na Comissão de Trabalho e Segurança Social na sequência de um requerimento do PSD sobre a implementação pelo Governo da Estratégia Nacional para a Integração de Pessoas Sem-Abrigo (ENIPSA) 2017-2023.
O novel gestor da Estratégia Nacional para as Pessoas Sem-Abrigo iniciará funções já em janeiro e sob alçada direta da ministra.
"Senti necessidade de um gestor nacional para garantir uma interação local e fazer um 'zoom' das necessidades de forma a responder às questões concretas das pessoas", disse.

 

Data de introdução: 2019-12-12



















editorial

ORÇAMENTO DO ESTADO PARA 2020

E que diz o OE para 2020 para o Sector Social Solidário que coopera com o Estado nomeadamente e muitíssimo na proteção social? A resposta parece ser simples: nada. Mas a protecção social não é uma função do...

Não há inqueritos válidos.

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

Kosovo: memórias da última guerra europeia
Passaram, ainda recentemente, pouco mais de dez anos sobre a declaração da independência do Kosovo. O novo estatuto daquela antiga província da Jugoslávia só foi...

opinião

JOSÉ A. DA SILVA PENEDA

Haja menos pessimismo
(...)No nosso País é impressionante a evolução operada nas últimas quatro décadas para muito melhor. Há quarenta anos lembro-me, por exemplo, que...