ESTRATÉGIA NACIONAL PARA A INTEGRAÇÃO DE PESSOAS SEM-ABRIGO

Henrique Joaquim escolhido para gestor nacional

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social anunciou a criação de um gestor nacional da estratégia de apoio às pessoas sem-abrigo.
O gestor nacional será Henrique Joaquim, ex-dirigente da Comunidade Vida e Paz, uma IPSS que se dedica ao apoio aos sem-abrigo, e que segundo a ministra, é uma pessoa com muita experiência.
"É um nome que nos deixará a todos bastante confortáveis porque é uma pessoa com muita experiência", considerou Ana Mendes Godinho durante uma audição na Comissão de Trabalho e Segurança Social na sequência de um requerimento do PSD sobre a implementação pelo Governo da Estratégia Nacional para a Integração de Pessoas Sem-Abrigo (ENIPSA) 2017-2023.
O novel gestor da Estratégia Nacional para as Pessoas Sem-Abrigo iniciará funções já em janeiro e sob alçada direta da ministra.
"Senti necessidade de um gestor nacional para garantir uma interação local e fazer um 'zoom' das necessidades de forma a responder às questões concretas das pessoas", disse.

 

Data de introdução: 2019-12-12



















editorial

Olhando o presente perspetivando o futuro

Nesta "estação de pandemia" parece estarmos em descensão, reconquistando, pouco a pouco, uma "nova normalidade". 

Não há inqueritos válidos.

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

Pandemia e tensões políticas
É hoje evidente que, para além das suas consequências sanitárias, o chamado novo coronavírus está a provocar, um pouco por toda a parte, inegáveis...

opinião

JOSÉ A. DA SILVA PENEDA

Três aspetos positivos da crise e seis pontos a atender para o futuro
Sobre os últimos meses e da forma como o País e as autoridades públicas reagiram à pandemia retiro três aspetos positivos. O primeiro tem a ver com o elevado nível...