FUNDAÇÃO AFID DIFERENÇA, AMADORA

Caminhar pela Diferença promove a inclusão através do desporto

A Fundação AFID Diferença promove no dia 19 de maio, a partir das 10h00, a terceira edição da caminhada inclusiva Caminhar pela Diferença.
A III Caminhar pela Diferença terá como ponto de partida o jardim em Alfragide (Parque da Ribeira), ao lado dos terrenos da Fundação AFID Diferença, e chegada na sede da Fundação AFID Diferença sita na Rua Quinta do Paraíso, num percurso de aproximadamente cinco quilómetros.
A caminhada procura aproximar a comunidade da instituição, que apoia jovens com deficiência e crianças e idosos no concelho da Amadora, através da sensibilização para a problemática da deficiência e da inclusão da pessoa com deficiência na prática desportiva.
“Pretendemos com esta iniciativa sensibilizar a comunidade para a problemática da deficiência, através da prática do desporto e de um momento agradável em conjunto com os amigos, famílias e comunidade”, afirma Domingos Rosa, presidente da Fundação AFID Diferença.
“Estamos convictos que esta iniciativa de carácter solidário irá ter uma forte adesão, elevando o seu grande objetivo que é o de sensibilizar as pessoas para os problemas da deficiência e para dar a conhecer o trabalho desenvolvido pela AFID”, acrescentou.
As inscrições decorrem até dia 17 de maio e são obrigatórias para todos os participantes (a partir dos dois anos de idade). A corrida é aberta a todos os amigos e familiares da instituição e ainda membros da comunidade da Amadora que procurem fazer a diferença.
O kit da caminhada será entregue na sede da Fundação AFID Diferença, na Rua Quinta do Paraíso, nos dias 16 e 17 de maio, entre as 9h00 e as 18h00.
O valor de inscrição é de cinco euros para o público em geral e de dois euros para clientes e colaboradores da Fundação AFID Diferença. O valor pode ser pago por transferência bancária para o IBAN PT 50 0035 0325 0000 8598 230 39 ou aquando do levantamento do kit da caminhada na sede da Fundação.

 

Data de introdução: 2019-05-16



















editorial

Cuidadores e propostas legislativas

A proposta "cuidador", à partida, enferma de um significado redutor "ao cuidado", do que são as normais relações familiares e de afeto que devem ser apoiadas, incentivadas e protegidas e não objeto de...

Não há inqueritos válidos.

opinião

JOSÉ A. DA SILVA PENEDA

As IPSS serão cada vez mais importantes
Acredito que as Instituições Particulares de Solidariedade (IPSS) vão ter uma importância acrescida no futuro e explico a razão desta minha convicção. 

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

Popularidade e populismo
Em política, nem sempre é fácil distinguir entre popularidade e populismo. É verdade que não estamos perante dois conceitos absolutamente idênticos, mas uma coisa...