FUNDAÇÃO AFID DIFERENÇA, AMADORA

Caminhar pela Diferença promove a inclusão através do desporto

A Fundação AFID Diferença promove no dia 19 de maio, a partir das 10h00, a terceira edição da caminhada inclusiva Caminhar pela Diferença.
A III Caminhar pela Diferença terá como ponto de partida o jardim em Alfragide (Parque da Ribeira), ao lado dos terrenos da Fundação AFID Diferença, e chegada na sede da Fundação AFID Diferença sita na Rua Quinta do Paraíso, num percurso de aproximadamente cinco quilómetros.
A caminhada procura aproximar a comunidade da instituição, que apoia jovens com deficiência e crianças e idosos no concelho da Amadora, através da sensibilização para a problemática da deficiência e da inclusão da pessoa com deficiência na prática desportiva.
“Pretendemos com esta iniciativa sensibilizar a comunidade para a problemática da deficiência, através da prática do desporto e de um momento agradável em conjunto com os amigos, famílias e comunidade”, afirma Domingos Rosa, presidente da Fundação AFID Diferença.
“Estamos convictos que esta iniciativa de carácter solidário irá ter uma forte adesão, elevando o seu grande objetivo que é o de sensibilizar as pessoas para os problemas da deficiência e para dar a conhecer o trabalho desenvolvido pela AFID”, acrescentou.
As inscrições decorrem até dia 17 de maio e são obrigatórias para todos os participantes (a partir dos dois anos de idade). A corrida é aberta a todos os amigos e familiares da instituição e ainda membros da comunidade da Amadora que procurem fazer a diferença.
O kit da caminhada será entregue na sede da Fundação AFID Diferença, na Rua Quinta do Paraíso, nos dias 16 e 17 de maio, entre as 9h00 e as 18h00.
O valor de inscrição é de cinco euros para o público em geral e de dois euros para clientes e colaboradores da Fundação AFID Diferença. O valor pode ser pago por transferência bancária para o IBAN PT 50 0035 0325 0000 8598 230 39 ou aquando do levantamento do kit da caminhada na sede da Fundação.

 

Data de introdução: 2019-05-16



















editorial

Compromisso de Cooperação

As quatro organizações representativas do Sector  (União das Mutualidades, União das Misericórdias, Confecoop e CNIS) coordenaram-se entre si. Viram, ouviram e respeitaram. 

Não há inqueritos válidos.

opinião

JOSÉ A. DA SILVA PENEDA

A Europa fabrica mais caixões do que berços
A Europa apresenta a maior perda de população da história moderna. A Alemanha já tem a menor taxa de natalidade do mundo. Nas últimas seis décadas, a...

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

Índia: as preocupações de cristãos e muçulmanos
Durante muitos anos, o nacionalismo foi entendido como uma das manifestações da afirmação de qualquer povo no mundo. Embora não se trate de conceitos totalmente...