ENTREGA PREVISTA PARA JANEIRO 2013

43 mil electrodomésticos vão ser entregues a IPSS

Este foi o título de uma notícia de 1ª página e com desenvolvimento na pág. 4, do Solidariedade nº 150, publicado em Agosto do presente ano.

Esta notícia criou natural expectativa em dirigentes de muitas IPSS associadas, tendo em conta necessidades pontuais e a diversidade dos materiais a distribuir.

Porém, uma situação que parecia de resolução fácil (a entrega dos materiais, sobretudo electrodomésticos, às Uniões Distritais e destas às associadas de base) tem sido bastante complicada.

A complicação sentiu-a inicialmente o representante da CNIS neste processo, Professor Nuno Rodrigues, quando se deparou com o armazenamento dos materiais num armazém com acessibilidades muito difíceis com dois pisos sem luz (necessária, por exemplo, para a utilização de um elevador de cargas) e sem autorização de remoção do que quer que seja, apesar do apoio da polícia judiciária, devido a um conflito (não pagamento do aluguer do espaço) entre o senhorio e o arrendatário.

Entretanto, as associadas têm questionado as Uniões Distritais e estas a Direcção da CNIS, tendo este assunto sido abordado, nomeadamente no último Conselho Geral da CNIS, de 22 de Outubro.

Nesse Conselho Geral foi criada uma comissão constituída por elementos dos corpos sociais da CNIS: Nuno Rodrigues e José Casaleiro e de Uniões Distritais: Florindo Paliotes (Setúbal), Júlio Francisco (Lisboa) e Carlos Martins (Aveiro).

Conjuntamente com a Polícia Judiciária, a comissão reuniu no local no início de Novembro, e, posteriormente, tem envidado todos os esforços para tentar solucionar o problema.

Há garantias para apoio humano e logístico para a retirada dos materiais. Há, de momento, dois locais para guarda transitória dos materiais (Aveiro e Setúbal). Estão garantidos apoios por parte da Polícia Judiciária para permitir o acesso ao armazém e para a retirada dos materiais. Esta garantia advém de uma reunião (03/12/2012) de um membro da comissão com o inspector que tem acompanhado o processo.

A Comissão irá reunir no local, nos próximos dias, a fim de acertar pormenores da operacionalização da retirada dos materiais para a qual espera contar com o apoio de autoridades policiais.
Tudo indica que durante o mês de Janeiro poderá acontecer a entrega dos materiais, às uniões e às associadas.

 

Data de introdução: 2012-12-13



















editorial

O COMPROMISSO DE COOPERAÇÃO: SAÚDE

De acordo com o previsto no Compromisso de Cooperação para o Setor Social e Solidário, o Ministério da Saúde “garante que os profissionais de saúde dos agrupamentos de centros de saúde asseguram a...

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Imigração e desenvolvimento
As migrações não são um fenómeno novo na história global, assim como na do nosso país, desde os seus primórdios. Nem sequer se trata de uma realidade...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Portugal está sem Estratégia para a Integração da Comunidade Cigana
No mês de junho Portugal foi visitado por uma delegação da Comissão Europeia contra o Racismo e a Intolerância do Conselho da Europa, que se debruçou, sobre a...