CNIS

CARTA ÀS INSTITUIÇÕES - SETEMBRO DE 2010

SENHOR (ª) PRESIDENTE

Foi precisamente em Setembro de há quatro anos: uma iniciativa, uma aventura, um embrião de uma certeza em que acreditávamos!
A Força da Solidariedade, expressa e significada na Vida das Instituições Particulares de Solidariedade Social que há muitos anos são a expressão organizada das comunidades no trabalho persistente e contínuo junto de quantos necessitam de uma resposta, de um estímulo, de uma certeza para viverem o seu quotidiano com dignidade e em solidariedade.
Começou num dia a Festa da Solidariedade!
Acompanhemos a Chama da Solidariedade…
Vamos à Festa da Solidariedade…

1. CHAMA/FESTA DA SOLIDARIEDADE

Sábado, 25 de Setembro, é o dia da Festa da Solidariedade. Castelo Branco será o seu local. Não faltarão atractivos. A sua presença também será encantadora. Entre as 10 e as 18 horas. Compareça e faça-se acompanhar.
A Chama da Solidariedade iniciará o seu percurso no dia 21 de Setembro. Sairá de Viseu e, entre outras localidades, passará por Guarda, Manteigas, Sabugueiro, Torre e Seia (dia 22), Covilhã e Fundão (dia 24), para chegar a Castelo Branco na véspera da Festa. Às 15 horas do dia 25, Sábado, chegará ao Campo dos Mártires da Pátria (Docas), local da Festa, em Castelo Branco.
As Uniões Distritais de Viseu, Guarda e Castelo Branco estão a ser inexcedíveis em competência, dedicação e entusiasmo.
As Instituições estão cativadas e cativaram autoridades, colectividades e paróquias. Anuncia-se um percurso de encantamento e de envolvência e uma verdadeira Festa da Solidariedade.
No jornal Solidariedade encontra toda a informação de que precisa sobre a Festa da Solidariedade e a melhor forma de lá chegar.


2. COOPERAÇÃO: PROTOCOLO DE 2010

Estão em curso as negociações com o Governo sobre o “Protocolo de Cooperação de 2010”.
As negociações de um Protocolo são sempre morosas. Neste ano as circunstâncias agravaram as dificuldades. Como sempre, há propostas e contrapropostas, cedências e exigências, bom senso e consenso. As bases acertadas no Conselho Geral de Agosto estão salvaguardadas: neste momento há razões para confiar que em breve o processo esteja concluído e de uma forma ajustada.

3. PLANO NACIONAL DE ACÇÃO PARA A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA
QREN APOIA A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NAS IPSS

Conforme anunciado na carta mensal do mês passado, os Programas Operacionais Regionais do QREN apoiam financeiramente os investimentos em eficiência energética, nomeadamente em energia solar térmica e outras medidas de melhoria da eficiência energética de equipamentos sociais colectivos existentes geridos por IPSS.
O apoio a fundo perdido pode atingir 70% nas regiões Norte, Centro e Alentejo e 50% nas regiões de Lisboa e Algarve, devendo as candidaturas ser apresentadas até 29 de Outubro.
Para facilitar a adesão das IPSS, a ADENE – Agência para a Energia estabeleceu um protocolo com instituições bancárias, visando regular as condições de prestação de serviço por parte da banca às instituições que se candidatem a estes apoios do QREN.
O protocolo prevê a criação de linhas de crédito específicas e, também, a disponibilização de pontos de contacto, a funcionar junto das agências das instituições financeiras em benefício do público-alvo, para a execução, com ou sem financiamento, das operações de candidatura ao QREN.
Para mais informações consultar:
- Os sítios dos Programas Operacionais Regionais (POR)

Região POR Site
Norte ON.2 - O Novo Norte www.ccr-norte.pt
Centro Mais Centro www.maiscentro.qren.pt
Lisboa e Vale do Tejo POR Lisboa www.porlisboa.qren.pt
Alentejo INALENTEJO www.ccdr-a.gov.pt/poaqren
Algarve Algarve 21 www.ccdr-alg.pt

- Os sítios www.adene.pt e www.paineissolares.com.pt ou contactar a ADENE (tel.: 214 722 800).

4. VACINAÇÃO EM LARES DE IDOSOS

As pessoas com mais de 65 anos, especialmente as que se encontram em Lares de 3ª idade, são um grupo de risco relativamente ao vírus da gripe sazonal. Segundo a Organização Mundial de Saúde a vacinação das pessoas idosas reduz a morbilidade associada à gripe sazonal em 60% e a mortalidade entre 70% e 80%.
Portugal está neste ano, pela primeira vez, em condições de fornecer gratuitamente a vacina da gripe sazonal a um grupo de cidadãos com risco acrescido de desenvolver complicações resultantes desta infecção, durante as próximas três épocas (de 2010 a 2013).
Pertencem a este grupo, que será vacinado gratuitamente, também os cidadãos residentes em Lares das Instituições Particulares de Solidariedade Social.
A fim do Ministério da Saúde planear esta intervenção para a época de 2010/2011, com início no próximo mês de Outubro, solicita-se que seja enviado aos serviços da CNIS o número de cidadãos residentes em cada Lar e a localização geográfica do Lar até ao fim do mês de Setembro.


Com os cumprimentos de respeito e consideração,


Porto, 14 de Setembro de 2010


O presidente da CNIS

 

Data de introdução: 2010-09-15



















editorial

ELEIÇÕES LEGISLATIVAS

O Orçamento do Estado não era propriamente a questão, mas foi a oportunidade para dar por concluída a missão da “geringonça”… Já se previa!

inquérito

Como avalia o acordo de cooperação 2021-2022 que a CNIS assinou com o governo?

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A pobreza em Portugal
Estatísticas oficiais da União Europeia recentemente divulgadas dizem que a taxa de risco de pobreza dos idosos no nosso País subiu de 20,2% em 2019, para 21,4% em 2020. Nas...

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

De Glasgow até às IPSS
Em Glasgow, na Escócia, de 31 de outubro a 12 de novembro, cerca de duas centenas de líderes e representantes estiveram reunidos, essencialmente, para verem como dar continuidade...