LEIRIA

Lúcia Ferreira apela à união no combate à droga

Não é fácil a tarefa de Lúcia da Silva Ferreira, a nova directora da Unidade de Prevenção do Distrito de Leiria do Instituto da Droga e da Toxicodependência (IDT), que tomou posse sexta-feira passada, no Governo Civil. 

Doentes nas unidades de tratamento em Leiria, Peniche e Pombal são 1144, 416 dos quais em programas de substituição opiácia, incluindo 19 casos de sida associados à toxicodependência. 
Os números, embora ligeiramente inferiores a 2002 e a 2001, dão que pensar. 

Ler notícia na íntegra

 

Data de introdução: 2004-10-21



















editorial

Financiamento ao Sector Social

Saúda-se a criação desta Linha de Financiamento quando, ao abrigo do PARES ou do PRR, estão projetadas ou em curso importantes obras no âmbito da transição ambiental e da construção ou requalificação de...

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Agenda do Trabalho Digno – um desafio às IPSS
Durante muitos anos, dirigi, com outras pessoas, uma IPSS. Em um pouco mais de metade das suas valências os utentes não pagavam. Nessas, os acordos de cooperação celebrados com o...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Maio, mês do recomeço e do trabalho
Desde tempos imemoriais que em certas regiões europeias se celebra maio como o mês do recomeço, do lançamento de um novo ciclo temporal, a meio caminho entre a Primavera e o...