INICIATIVA DA CRUZ VERMELHA

Colónias de férias para crianças com necessidades especiais

A Cruz Vermelha Portuguesa vai realizar durante o mês de Agosto e Setembro de 2005 Colónias de Férias para Crianças com Necessidades Especiais. 

A entidade promotora do programa "Férias Desportivas da Cruz Vermelha" é o Lar Militar da Cruz Vermelha e a coordenação é assegurada pela Dra. Mariana Loureiro (Técnica Superior de Educação Especial e Reabilitação).

Destinatários: crianças e jovens dos 7 aos 17 anos com necessidades especiais nomeadamente, com deficiência motora, sensorial e/ou doença crónica.

As colónias serão externas e decorrerão no Lar Militar da Cruz Vermelha no Lumiar em Lisboa, das 9h00 às 17h00 nas seguintes datas:
- 1ª Colónia - 1 a 12 de Agosto
- 2ª Colónia - 15 a 26 de Agosto
- 3ª Colónia - 29 de Agosto a 9 de Setembro

Programa de Actividades: orientação, voleibol/ voleibol sentado, basquetebol/ basquetebol em cadeira de rodas, desportos aquáticos (natação e jogos aquáticos), jogos tradicionais, futebol, râguebi em cadeira de rodas, goalball, dança, informática, e muito mais...

Preço: A inscrição por quinzena: 400€ - inclui almoço e lanche. No caso de prolongamento até às 17h30 haverá acréscimo de 50€.

Para mais informações:
Lar Militar (Lisboa) - Avenida Rainha D. Amélia - 1600-676 Lisboa
Tel.: 21 757 49 36 / 43 - Fax: 21 757 35 34
E-mail: info@lar-militar-cvprcts.pt 
Coordenadora: Mariana Loureiro, Tlm: 91 773 74 09

 

Data de introdução: 2005-07-16



















editorial

As amas em Creche Familiar

Publica-se neste número do “Solidariedade” o texto do acordo com a FSUGT, na parte que contempla também os novos valores de remunerações acordado para vigorar a partir de 1 de janeiro de 2024.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

A propósito do contributo da CNIS para as próximas eleições
É já tradição que as organizações de diferentes âmbitos, aproveitem os atos eleitorais para fazerem valer as suas reivindicações mais...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Cuidar da democracia
Neste ano vamos a eleições pelo menos duas vezes (três para os açorianos), somos chamados a renovar o nosso laço político com a comunidade, escolhendo...