FOME

Banco Alimentar recolhe alimentos

O Banco Alimentar Contra a Fome promove sábado e domingo uma campanha de recolha de alimentos em mais de 500 estabelecimentos comerciais do país, iniciativa em que participam 11.500 voluntários.

De acordo com uma nota do Banco Alimentar, a campanha vai decorrer em 527 estabelecimentos das zonas de Lisboa, Porto, Coimbra, Évora, Aveiro, Abrantes, Setúbal, Cova da Beira, Leiria-Fátima e ilha de São Miguel.

As doações dos particulares serão recolhidas por voluntários do Banco Alimentar devidamente identificados, sendo as pessoas aconselhadas a oferecer bens alimentares de preferência não perecíveis, como leite UHT, conservas, azeite, açúcar, farinha, bolachas, massas e óleos.

O produto da campanha será distribuído a partir da próxima semana, através de instituições de solidariedade social. Segundo dados da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome, no ano passado foram ajudadas 1.107 instituições, através das quais receberam alimentos mais de 200 mil pessoas.

Em Portugal há 10 Bancos Alimentares Contra a Fome, que em 2004 distribuíram 13.834 toneladas de alimentos (no valor estimado de 21 milhões de euros), o que representa um movimento diário médio de 55,3 toneladas.

 

Data de introdução: 2005-05-09



















editorial

As amas em Creche Familiar

Publica-se neste número do “Solidariedade” o texto do acordo com a FSUGT, na parte que contempla também os novos valores de remunerações acordado para vigorar a partir de 1 de janeiro de 2024.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

A propósito do contributo da CNIS para as próximas eleições
É já tradição que as organizações de diferentes âmbitos, aproveitem os atos eleitorais para fazerem valer as suas reivindicações mais...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Cuidar da democracia
Neste ano vamos a eleições pelo menos duas vezes (três para os açorianos), somos chamados a renovar o nosso laço político com a comunidade, escolhendo...