VILA FLOR

Misericórdia cria Lar para crianças

A construção de raiz de um Lar para crianças e jovens privados do meio familiar, a aquisição de uma Unidade Móvel de Saúde, e a remodelação do hospital e a ampliação do centro de saúde são os três projectos que a Santa Casa da Misericórdia de Vila Flor está a desenvolver no momento, a par da colaboração com outras entidades.

O Lar vai receber crianças e jovens que “sejam órfãos ou estejam em situação de risco. Por exemplo, cujos pais são alcoólicos, toxicodependentes ou têm outros problemas que colocam em causa o bem-estar das crianças no seio da família. Vai também acolher menores que são entregues, temporariamente, pelo tribunal ou Segurança Social”, avançou Vítor Costa, vice-provedor da Santa Casa da Misericórdia de Vila Flor.
A obra terá capacidade para 20 crianças e jovens, de ambos os sexos, a partir dos 2 anos e até aos 18. O orçamento ronda os 600 mil euros, suportados integralmente pela Misericórdia, e os trabalhos devem arrancar já na próxima semana, sendo o prazo de execução de um ano.

Ler notícia na íntegra

 

Data de introdução: 2004-10-21



















editorial

Olhando o presente perspetivando o futuro

Nesta "estação de pandemia" parece estarmos em descensão, reconquistando, pouco a pouco, uma "nova normalidade". 

Não há inqueritos válidos.

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

Pandemia e tensões políticas
É hoje evidente que, para além das suas consequências sanitárias, o chamado novo coronavírus está a provocar, um pouco por toda a parte, inegáveis...

opinião

JOSÉ A. DA SILVA PENEDA

Três aspetos positivos da crise e seis pontos a atender para o futuro
Sobre os últimos meses e da forma como o País e as autoridades públicas reagiram à pandemia retiro três aspetos positivos. O primeiro tem a ver com o elevado nível...