LIGA PORTUGUESA CONTRA AS DOENÇAS REUMÁTICAS, LISBOA

«Viver a (in)Capacidade» é a temática do 22º Fórum de Apoio ao Doente Reumático

A Liga Portuguesa Contra as Doenças Reumáticas realiza, no dia 12 de outubro, o 22.º Fórum de Apoio ao Doente Reumático, com o tema «Viver a (in)Capacidade». A sessão decorrerá no Auditório do Centro Cultural Franciscano, em Lisboa.
A intenção da Liga é abordar a temática dos apoios disponíveis na capacitação para o trabalho (escolar, profissional ou doméstico), recursos profissionais para pessoas com incapacidade, a prevenção, a legislação laboral e ainda o impacto emocional aliado a limitações provocadas pelas doenças reumáticas.
A inscrição no fórum é gratuita, mas obrigatória e pode ser feita no endereço http://www.lpcdr.org.pt/inscricao-forum/view/form.
A manhã será preenchida pelo primeiro painel, intitulado «Para além das limitações». Contará com moderação de Catarina Marques, vice-presidente da LPCDR e terá como preletores: Dália Piedade (ANDAI - Associação Nacional de Doentes Com Artrites e Reumatismos da Infância) sobre «Necessidades de saúde especiais: suporte à aprendizagem e à inclusão para crianças e jovens com doenças reumáticas); Ana Rita Vilhena (INR - Instituto Nacional para a Reabilitação) acerca do «Sistema de Atribuição dos Produtos de Apoio (SAPA), seus objetivos e diferentes parceiros e serviços Envolvidos); Leonardo Conceição (IEFP - Instituto do Emprego e Formação Profissional) sobre «Reabilitação Profissional: Acesso aos apoios disponíveis»; e Ester Rosa (Associação Salvador) sobre «Desafios no emprego de pessoas com deficiência motora».
Já da parte da tarde, o programa prevê os painéis 2 e 3, respetivamente, «Prevenir a incapacidade na vida laboral» e «Autoestima, Emoções e Afetos: conversas soltas».
Elsa Mateus, presidente da Liga Portuguesa Contra as Doenças Reumáticas, irá moderar o painel 2, onde serão abordadas temáticas como «Literacia em Saúde Ocupacional e prevenção das lesões músculo-esqueléticas relacionadas com o trabalho», por José Manuel Rocha Nogueira (coordenador do PNSOC – Programa Nacional de Saúde Ocupacional); «Doentes Crónicos: Proteção legal no mercado de trabalho», por Mariana Pinto Ramos (VdA - Vieira de Almeida & Associados); e «Abordagens da Medicina Social», por AJ Oliveira Pedro (médico de família e de Medicina Desportiva com Pós- Graduação em Medicina Social).
Para abordar o tema da «Autoestima, Emoções e Afetos: conversas soltas», e sob moderação de Ricardo Fonseca (presidente da MYOS – Associação Nacional Contra a Fibromialgia e Síndrome de Fadiga Crónica), estarão na mesa Mafalda Ribeiro (comunicadora e autora), Margarida Fonseca Santos (escritora) e Rita Canaipa (psicóloga).

 

Data de introdução: 2019-10-09



















editorial

Alta clínica sem alta social

Um dos aspetos que, desde há vários anos, vem sendo identificado como prejudicando a melhor afetação dos recursos alocados ao funcionamento do SNS consiste no facto de existir um número muito significativo de pessoas que, após um...

Não há inqueritos válidos.

opinião

OPINIÃO DE MARIA JOÃO QUINTELA

Contra a eutanásia
Múltiplas entidades vêm promovendo, desde há vários anos, a formação para profissionais de saúde que lidam com as matérias ligadas ao envelhecimento,...

opinião

JOSÉ A. DA SILVA PENEDA

A política no nosso tempo
O mundo em que vivemos é muito diferente do que foi noutras eras. Hoje, o mundo é mais complexo, mais contestado, mais competitivo, mais diversificado e muito mais dinâmico, já...