FUNDAÇÃO AFID DIFERENÇA

«Diferença» é o novo canal digital que quer esbater diferenças

A Fundação AFID Diferença, em parceria com a empresa PAHD, lançou um canal de comunicação digital, denominado «Diferença». Este é um veículo digital criado com o intuito de promover e divulgar as atividades da instituição da Amadora através de conteúdos audiovisuais, tendo por lema “dar voz à responsabilidade social”.
Para além da divulgação das atividades da AFID, serão também divulgadas atividades dos parceiros da instituição em diversos concelhos, nas áreas económicas, culturais, desportivas e sociais, bem como a divulgação e acompanhamento de diversas atividades que se realizam no concelho e suas freguesias.
Por outro lado, a Fundação AFID Diferença vai acolher nos próximos meses uma série de cursos de capacitação, com o objetivo de capacitar quadros médios e superiores na gestão de Organizações Não Governamentais (ONG).
A iniciativa é da Associação Nacional de Famílias para a Integração da Pessoa Deficiente (AFID), que conta com a parceria do Instituto Nacional para a Reabilitação (INR) e da própria Fundação AFID Diferença.
Sob o lema «Inclusão + Diagnosticar, Intervir e Estimular», este projeto tem como objetivo o desenvolvimento de vários cursos de formação, abertos a todas as pessoas que possam ter interesse pelas áreas abordadas. A capacitação e partilha de novas técnicas e experiências serão os pilares deste projeto para a criação de intervenções de excelência.
Depois dos primeiros dois cursos, intitulados «Capacitar para o Diagnóstico e Intervenção para Evolução da Aprendizagem para públicos com Necessidades Educativas Especiais» e «Qualidade de Vida – Modelo de Schalock e Verdugo», as sessões formativas prosseguirão até dezembro.
Para o mês de outubro a agenda já tem temas escolhidos, faltando apenas definir algumas datas.
Assim, nos dias 18 e 19, das 9h30 às 17h30, no auditório Drª. Maria Lutegarda, na Fundação AFID Diferença, o curso versará a «Inclusão de Pessoas com Deficiência nas Organizações».
Ainda sem dias definidos, mas com a duração de 35 horas, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, haverá a segunda edição do curso «A Centralidade da Pessoa na Intervenção Social». Na mesma circunstância, mas com a duração de apenas 14 horas, novamente no auditório Drª Maria Lutegarda, na Fundação AFID Diferença, é tempo para abordar o «Empowerment das Pessoas com Deficiência».
Inscrições e mais informações sobre o restante calendário dos cursos pode ser realizado no site da Fundação AFID Diferença (www.afid.pt).

 

Data de introdução: 2018-10-02



















editorial

Respostas sociais dirigidas a pessoas idosas

Um diagnóstico de saúde da população servida pelas IPSS associadas da CNIS, feito pela Universidade de Évora e coordenado pela investigadora responsável Felismina Mendes, revela que, segundo a Carta Social, no período 2000-2016,...

Não há inqueritos válidos.

opinião

PADRE JOSÉ MAIA

“Quem não é contra nós, é a nosso favor…”
Inspirei-me nesta mensagem de S. Marcos (9.38-40) para partilhar com os leitores do SOLIDARIEDADE um processo de análise de comportamentos humanos que não é muito habitual na...

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

O Mediterrâneo e o naufrágio da Europa
A Europa está a passar por um momento difícil no que respeita ao seu grande objectivo político de constituir e funcionar como uma verdadeira União, fazendo assim jus ao nome por...