JORNADA DE TRABALHO REALIZA-SE NAS INSTALAÇÕES DA APCC

Encontro em Coimbra junta CNIS, CCDR Centro e instituições associadas da região centro

Na sequência de diversas iniciativas da CNIS junto da CCDR Centro, a Direção promove, amanhã (dia 17, a partir das 10h00, em Coimbra, um encontro subordinado ao tema «Crescimento sustentado das Instituições da Economia Social e Coesão Social e Territorial da Região Centro».
O encontro, que decorrerá nas instalações da APCC – Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra (na Rua Garcia d’Orta, Vale das Flores), tem por objetivo reunir no mesmo espaço a CNIS, a CCDR Centro e os dirigentes de topo das IPSS associadas de toda a região centro a fim de, sob o mote de «Crescimento sustentado das Instituições da Economia Social e Coesão Social e Territorial da Região Centro», abordarem diversos temas de seu interesse.
Será uma manhã preenchida, cujo programa é o seguinte:

10h00 – Sessão de boas-vindas por Gil Tavares (presidente da UIPSS Coimbra);

10h10 – Intervenção de abertura pelo presidente da CNIS, padre Lino Maia;

10h30 – «As Instituições da Economia Social no fortalecimento da coesão social e territorial», por Sílvia Ferreira, da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra;

10h50 – Debate;

11h15 – «Importância Económica e Social das IPSS na Região Centro» (Central de Balanços - última publicação da CNIS), por Américo Mendes, da Universidade Católica Portuguesa;

11h40 – Encerramento pela presidente da CCDR Centro, Isabel Damasceno.

 

 

Data de introdução: 2024-04-16



















editorial

SUSTENTABILIDADE

Quando o XXIV Governo Constitucional dá os primeiros passos, o Sector Social Solidário, que coopera com o Estado, deve retomar alguns dossiers. Um deles e que, certamente, se destaca, é o das condições de sustentabilidade que constituem o...

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Agenda 2030 e as IPSS
Em Portugal é incomensurável a ação que as cerca de 5 mil Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) existentes, têm vindo a realizar.  As...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

A gratuitidade das creches entre o reforço do setor social e a privatização liberal
 A gratuitidade das creches do sistema de cooperação e das amas do Instituto de Segurança Social, assumida pela Lei Nº 2/2022, de 3 de janeiro, abriu um capítulo novo...