Santa Casa da Misericórdia de Condeixa inaugura novos estabelecimentos sociais

A Santa Casa da Misericórdia de Condeixa inaugurou dois novos estabelecimentos: Um Centro de Acolhimento Temporário, para crianças e jovens em risco e um Centro de Dia para apoiar idosos em situação de carência. Na cerimónia esteve presente o Ministro da Segurança Social da Família e da Criança, Fernando Negrão, o Director do Centro Regional de Segurança Social de Coimbra e o Presidente da Câmara Municipal de Condeixa. 

Na ocasião, Lopes Henrique Morgado, o provedor da Santa Casa de Misericórdia sublinhou a importância do evento: "Estas inaugurações revestem-se de uma grande importância, porque se por um lado são formas de combate a tipos de pobreza e exclusão social, garantindo uma melhor protecção e bem-estar, à criança, ao idoso e respectivas famílias não deixam também de ser o resultado de um trabalho feito em parceria e em rede, entre a Sociedade Civil, o Estado e a própria população. O grande objectivo da Santa Casa, tem sido acompanhar a evolução das políticas sociais, e interpretar os novos fenómenos geradores de novas situações de pobreza e exclusão social, através da investigação para a acção, actualizando assim as suas metodologias de intervenção." 

A Santa Casa da Misericórdia de Condeixa, prevê para breve o início das obras de uma nova creche e aguarda, do Centro Regional de Segurança Social, um parecer sobre uma candidatura para ampliação do Lar de Idosos, para a instalação de um CAD, projectos para que pediu a compreensão e ajuda do Governo.

 

Data de introdução: 2004-11-24



















editorial

Financiamento ao Sector Social

Saúda-se a criação desta Linha de Financiamento quando, ao abrigo do PARES ou do PRR, estão projetadas ou em curso importantes obras no âmbito da transição ambiental e da construção ou requalificação de...

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Agenda do Trabalho Digno – um desafio às IPSS
Durante muitos anos, dirigi, com outras pessoas, uma IPSS. Em um pouco mais de metade das suas valências os utentes não pagavam. Nessas, os acordos de cooperação celebrados com o...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Maio, mês do recomeço e do trabalho
Desde tempos imemoriais que em certas regiões europeias se celebra maio como o mês do recomeço, do lançamento de um novo ciclo temporal, a meio caminho entre a Primavera e o...