UDIPSS-BRAGA

Eleitos novos órgãos sociais

Manuel Antunes Lomba vai continuar na liderança da UDIPSS-Braga, no próximo triénio, depois das eleições realizadas no dia 2 de Junho, em que apenas uma lista se apresentou a votos. Os novos corpos sociais ficam assim constituídos:

Assembleia-Geral

Presidente: António Augusto Duarte Xavier (Lar de Santo António)

1.º Secretário: Mª Goreti Sá C. Machado (ASS S. Tiago de Fraião)

2.º Secretário: Manuel Agostinho Guimarães Maia (Irmandade de Santa Cruz)

Suplentes:

Martinho da Silva Araújo (CSI Campos, Ruivães e Salamonde)

Albano Martins de Sousa (Associação de Pais e Amigos da Freguesia de Cunha)

Carlos Alberto de Aguiar Vieira Gomes (Associação Famílias)

Direcção

Presidente: Manuel Antunes da Lomba (Associação da Creche de Braga)

Vice-Presidente: Roberto Rosmaninho Mariz (Centro Social Paróquia de S. Lázaro)

Secretária: Carla Sofia Afonso Ribeiro Faria (Associação Moradores das Lameiras)

Tesoureiro: José Cândido G. Pires (Centro Solidariedade de Braga-Projecto Homem)

Vogal: José Maria Jordão Gomes Alves (Venerável Ordem Terceira S. Francisco)

Suplentes:

António Ribeiro Marques (Centro Cultural e Social de Santo Adrião)

Emília Pinto Gomes de Almeida (Centro de Solidariedade da Sagrada Família)

António Pereira Lopes (Centro Social da Paróquia de Serzedelo)

Teresa de Jesus Vieira de Castro Pereira (Centro Social de Cabeceiras de Basto)

Miguel Luís Fernandes Mendes (Centro Social Paroquial Santa Eulália de Vizela)

Conselho Fiscal

Presidente: Rui Manuel Matos Araújo Maia (Santa Casa Mis. V. N. de Famalicão)

1º Vogal: Manuel Augusto Martins de Araújo – (Engenho)

2º Vogal: Avelino José Antunes Soares (Centro Social Paroquial de Vilar da Veiga)

 

Data de introdução: 2012-06-04



















editorial

As amas em Creche Familiar

Publica-se neste número do “Solidariedade” o texto do acordo com a FSUGT, na parte que contempla também os novos valores de remunerações acordado para vigorar a partir de 1 de janeiro de 2024.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

A propósito do contributo da CNIS para as próximas eleições
É já tradição que as organizações de diferentes âmbitos, aproveitem os atos eleitorais para fazerem valer as suas reivindicações mais...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Cuidar da democracia
Neste ano vamos a eleições pelo menos duas vezes (três para os açorianos), somos chamados a renovar o nosso laço político com a comunidade, escolhendo...