PRIMEIRA-DAMA DA GUINé-BISSAU NA CNIS

Fundação Ninho da Criança e CNIS assinam protocolo

Mariama Sanhá, Primeira-Dama da Guiné-Bissau e Presidente da Fundação Ninho da Criança, assinou um protocolo com a Confederação Nacional de Instituições de Solidariedade, representada pelo presidente Padre Lino Maia. A cerimónia decorreu na sede nacional da CNIS. Ao abrigo do documento a CNIS compromete-se a dar resposta a solicitações da FNC nomeadamente "na organização e promoção de programas e acções de formação para voluntários e colaboradores da FNC, nas áreas da educação e apoio às crianças guineenses".

A Presidente da Fundação Ninho da Criança seguiu depois para a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, visitou o Centro Hípico e a Associação de Desenvolvimento Rural – Mútua de Basto Norte e celebrou o Protocolo de Cooperação para o desenvolvimento agrícola da Guiné-Bissau.

A visita passa ainda por Viana do Castelo, Braga e Famalicão. A iniciativa visa essencialmente o contacto com diversas Instituições, Autarquias e Empresas com o objectivo de reforçar os laços de solidariedade com a Guiné. A delegação é composta por oito guineenses, entre os quais os Assessores da Presidência da República, o Chefe de Gabinete da Primeira-Dama, os Embaixadores da República da Guiné-Bissau e o Embaixador e Cônsul Honorário.

A Primeira-Dama da Guiné-Bissau tem-se distinguido por uma acção humanitária e de incentivo ao desenvolvimento. Em Janeiro de 2010, criou a Fundação Ninho da Criança. O objectivo da fundação é prestar apoio às crianças, jovens, doentes e mulheres desfavorecidas de um país cuja população vive com menos de dois dólares por dia, e onde a realidade, de extrema pobreza, é agravada por epidemias de doenças como a tuberculose, a malária ou a SIDA.

 

Data de introdução: 2011-07-12



















editorial

ANO 2023: DIFÍCIL E DECISIVO

É com muitas dúvidas e algumas certezas que se perspetiva o ano agora iniciado, que poderá ser tão difícil quanto decisivo. 

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

Novo Ano, novos e exigentes desafios para as IPSS
Antes de mais quero desejar, para 2023, todo o bem aos atuais e aos próximos Órgãos Sociais da CNIS, assim como a todas e todos que compõem a rede das IPSS, em Portugal. Ao...

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

O significado de alguns dados do último recenseamento
Em cada dez anos o Instituto Nacional de Estatística responsabiliza-se por proceder à elaboração do Recenseamento Geral da População e do Recenseamento Geral da...