OLIVEIRA DE AZEMÉIS

Santa Casa com valência residencial

Com dezassete quartos e cinco suites ao dispor dos interessados, a valência residencial da Santa Casa da Misericórdia vai albergar idosos de todo o país. 

Para arrancar, definitivamente, com as suas funções falta, apenas, um conjunto de equipamentos, nomeadamente cortinas, aparelhos para o ginásio, mobiliário, entre outros, e a comissão de fiscalização dar o edifício como apto para começar a receber os moradores, o que está previsto para dentro de dois meses, como adianta o provedor. A zona exterior é a mais atrasada, pois falta a construção de um aparcamento coberto e alcatroar a zona de acesso, o que pode atrasar a abertura da instituição. 

Orçada, inicialmente, em um milhão e duzentos mil euros, a obra, depois de finalizada, irá ultrapassar a quantia de um milhão e quinhentos mil euros. 

Fonte: Correio de Azeméis
Ler artigo na íntegra

 

Data de introdução: 2004-10-21



















editorial

IDENTIDADE E AUTONOMIA DAS IPSS

As IPSS constituem corpos intermédios na organização social, integram a economia social e são autónomas e independentes do Estado por determinação constitucional.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Eleições Europeias são muito importantes
Nas últimas eleições para o Parlamento Europeu foi escandaloso o nível de abstenção. O mesmo tem vindo a acontecer nos passados atos eleitorais europeus

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Habitação duradoura – a resposta que falta aos sem abrigo
As pessoas em situação de sem-abrigo na Europa, em 2023 serão cerca de 900 mil, segundo a estimativa da FEANTSA (Federação Europeia das Associações...