PONTE DE LIMA, 28 DE MAIO

I Jornadas Internacionais de Estudos sobre Questões Sociais

No âmbito das actividades promovidas pela AGIR - Associação para a Investigação e Desenvolvimento Sócio-cultural em Maio de 2007 realizam-se em Ponte de Lima as I Jornadas Internacionais de Estudos sobre Questões Sociais, organizadas em parceria com o Centro de Estudos das Minorias (CENMIN) da Universidade Fernando Pessoa.

Políticas públicas, direito internacional e direitos transnacionais, processos de inclusão social e aspectos culturais da globalização são alguns dos temas em destaque nesta iniciativa, a comissão organizadora convida à apresentação de propostas de comunicação (acompanhadas de um resumo) até 30 de Abril.

"Nas I Jornadas Internacionais de Estudos sobre Questões Sociais, a AGIR – Associação para a Investigação e Desenvolvimento Sócio-cultural propõe-se apresentar estudos e reflexões de cariz científico sobre as realidades política, social, económica e cultural com relevância internacional. São também objectivos deste evento, reflectir em conjunto sobre o papel da intervenção social e política na actualidade, no contexto das sociedades contemporâneas, tendo em conta a necessidade de pensar globalmente e de agir, simultaneamente, local e universalmente."

Temas a abordar

Políticas Públicas e Estados
Papeis sociais e normas sociais
Igualdade, Equidade e Justiça
Direito Internacional e Direitos Transnacionais
Inclusão social e trabalho social internacional
Aspectos culturais da globalização
Organizações internacionais
Internacionalização e mass media
Violência, exclusão e sexualidades

Mais informações sobre procedimentos de apresentação de propostas
de comunicação disponíveis aqui.




 

Data de introdução: 2007-04-22



















editorial

IDENTIDADE E AUTONOMIA DAS IPSS

As IPSS constituem corpos intermédios na organização social, integram a economia social e são autónomas e independentes do Estado por determinação constitucional.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Eleições Europeias são muito importantes
Nas últimas eleições para o Parlamento Europeu foi escandaloso o nível de abstenção. O mesmo tem vindo a acontecer nos passados atos eleitorais europeus

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Habitação duradoura – a resposta que falta aos sem abrigo
As pessoas em situação de sem-abrigo na Europa, em 2023 serão cerca de 900 mil, segundo a estimativa da FEANTSA (Federação Europeia das Associações...