AVEIRO

Instituições de apoio social lançam rede para fomentar a info-inclusão

Uma rede de centros de info-inclusão começou a funcionar a 24 de Outubro em instituições de apoio social da região de Aveiro.

De acordo com o Notícias de Aveiro, o projecto ISSI é liderado pela Cáritas Diocesana de Aveiro e pretende facilitar o acesso às novas tecnologias de grupos sócio-culturais desfavorecidos bem como fomentar comportamentos de boa integração social.

Os nove centros de info-inclusão foram instalados em instituições de apoio social de seis concelhos da região de Aveiro: Associação de Defesa e Apoio à Vida, Associação Humanitária Mão Amiga, Associação de Solidariedade Social de Alquerubim, Centro Social e Paroquial Nossa Senhora de Fátima, Lar do Divino Salvador, Obra do Frei Gil e Santa Casa da Misericórdia de Águeda.

Segundo José Alves, da Cáritas Diocesana, que chefia o consórcio, são “os melhores parceiros” para este projecto inédito que pretende levar as novas tecnologias da informação e conhecimento a camadas populacionais mais desfavorecidas. “É também uma maneira de ajudar na integração social”, referiu o responsável durante a apresentação da rede.

Além de nove centros de computadores com acesso à internet, foi criado um portal onde está disponível informação útil e outros serviços para disponibilizar entre esta nova comunidade virtual dirigida a idosos, mulheres e crianças em risco.

A formação é outra das componentes do projecto que já permitiu certificar competências de quatro dezenas de pessoas, na maioria futuros monitores da rede.

O investimento ronda 140 mil euros, sendo apoiado em 70 por cento no âmbito do programa Aveiro Digital. 

Foto de Fausto Correia
Veja mais fotos deste artista

 

Data de introdução: 2005-11-05



















editorial

ANO 2023: DIFÍCIL E DECISIVO

É com muitas dúvidas e algumas certezas que se perspetiva o ano agora iniciado, que poderá ser tão difícil quanto decisivo. 

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

Novo Ano, novos e exigentes desafios para as IPSS
Antes de mais quero desejar, para 2023, todo o bem aos atuais e aos próximos Órgãos Sociais da CNIS, assim como a todas e todos que compõem a rede das IPSS, em Portugal. Ao...

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

O significado de alguns dados do último recenseamento
Em cada dez anos o Instituto Nacional de Estatística responsabiliza-se por proceder à elaboração do Recenseamento Geral da População e do Recenseamento Geral da...