COMPROMISSO DE COOPERAÇÃO PARA O SECTOR SOCIAL SOLIDÁRIO 2021-2022

CNIS disponibiliza material de apoio das sessões explicativas

A grande adesão das instituições associadas às quatro sessões promovidas pela CNIS, nos passados dias 26 e 28 de julho e 8 e 9 de setembro, levaram os responsáveis pelas mesmas a partilhar os materiais de apoio que serviram de base a essas mesmas sessões explicativas sobre o Compromisso de Cooperação para o Sector Social Solidário – Biénio 2021-2022, assinado a 5 de julho entre as organizações representativas do Sector Social Solidário e os Ministérios do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Educação e Saúde.
A elevada adesão e participação registadas demonstraram a importância deste instrumento de cooperação para as instituições que, para além de atualizar as comparticipações dos acordos de cooperação celebrados com a Segurança Social, estabelece regras específicas e compromissos sobre o desenvolvimento de respostas sociais, educativas e de saúde.
As quatro sessões decorreram na modalidade online e contaram com 1.115 participantes de 847 IPSS.
O documento de suporte utilizado nas sessões explicativas pode ser consultado AQUI.

 

Data de introdução: 2021-09-20



















editorial

IDENTIDADE E AUTONOMIA DAS IPSS

As IPSS constituem corpos intermédios na organização social, integram a economia social e são autónomas e independentes do Estado por determinação constitucional.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Eleições Europeias são muito importantes
Nas últimas eleições para o Parlamento Europeu foi escandaloso o nível de abstenção. O mesmo tem vindo a acontecer nos passados atos eleitorais europeus

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Habitação duradoura – a resposta que falta aos sem abrigo
As pessoas em situação de sem-abrigo na Europa, em 2023 serão cerca de 900 mil, segundo a estimativa da FEANTSA (Federação Europeia das Associações...