72 LARES DE IDOSOS COM CASOS DE COVID-19

A tendência é de diminuição, diz secretário de Estado

Um total de 545 utentes de 72 lares de idosos e 200 profissionais desses lares estão infetados com covid-19, revelou o secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, adiantando que a tendência de casos é decrescente.

"Temos casos ativos em 72 ERPI [Estrutura residencial para idosos], ou seja 2% do universo total, confirmando-se a tendência de diminuição, apesar de alguns focos novos", afirmou Lacerda Sales, reiterando a necessidade de se continuar a trabalhar em conjunto com as instituições, autarquias e com a segurança social para manter os utentes em segurança.     

 Na conferência de imprensa regular sobre a situação da pandemia de covid-19 em Portugal, o governante avançou também outros dados em relação ao número de infeções pelo novo coronavírus. 

"De 2 a 8 agosto houve menos 94 novas infeções do que na semana anterior, tendo sido a semana com menor número de novas infeções desde a semana que terminou a 15 de março", afirmou.

Também os números referentes aos internamentos hospitalares "confirmam a tendência de decréscimo nas últimas semanas", registando-se agora nas Unidades de Cuidados Intensivos "o menor número de internados desde 02 de março".  

"São números que nos dão alento, mas que reforçam que é preciso continuar esta caminhada longa e com obstáculos sobretudo quando o mundo está quase a atingir a barreira dos 20 milhões de infetados", observou. 

Lacerda Sales disse ainda que mais de 940 mil pessoas foram acompanhadas pela plataforma Trace Covid, que a linha de atendimento psicológico já atendeu cerca de 28 mil chamadas desde 01 de abril e que a linha de atendimentos para surdos mais de 280 contactos.  

Em Portugal, morreram 1.759 pessoas das 52.825 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 731 mil mortos e infetou mais de 19,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

 

Data de introdução: 2020-08-11



















editorial

As amas em Creche Familiar

Publica-se neste número do “Solidariedade” o texto do acordo com a FSUGT, na parte que contempla também os novos valores de remunerações acordado para vigorar a partir de 1 de janeiro de 2024.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

A propósito do contributo da CNIS para as próximas eleições
É já tradição que as organizações de diferentes âmbitos, aproveitem os atos eleitorais para fazerem valer as suas reivindicações mais...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Cuidar da democracia
Neste ano vamos a eleições pelo menos duas vezes (três para os açorianos), somos chamados a renovar o nosso laço político com a comunidade, escolhendo...