LINO MAIA, PRESIDENTE DA CNIS, NA TSF

«Estamos em sufoco.» IPSS pedem ao Estado reforço urgente do financiamento

O presidente da Confederação Nacional de Instituições de Solidariedade Social (CNIS) defende que é urgente reforçar o apoio às Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS). Em declarações à TSF, o padre Lino Maia indicou que 40% das IPSS têm prejuízos e que grande parte delas está em risco de encerrar.

"O Governo vai dizendo que foram transferidos para este setor cerca de 1500 milhões de euros, mas metade desse valor regressa ao Estado através da Taxa Social Única (TSU), de outra taxas e coimas", alegou o o presidente da CNIS, que nota que a despesa global no setor ultrapassa os "4000 milhões de euros".

O presidente da Confederação Nacional de Instituições de Solidariedade Social afirma que o financiamento atual pelo Estado não é suficiente

Lino Maia afirma que muitas instituições de solidariedade social vivem em permanente "sufoco" financeiro e que a situação só irá alterar-se se o Estado reforçar o apoio às IPSS.

"É importante que o Estado reforce a comparticipação. Se a atualização das comparticipações do Estado acompanhar, em termos percentuais, a atualização do salário mínimo, penso que entramos num bom caminho", apontou.

OUVIR AQUI

 

Data de introdução: 2020-01-28



















editorial

As amas em Creche Familiar

Publica-se neste número do “Solidariedade” o texto do acordo com a FSUGT, na parte que contempla também os novos valores de remunerações acordado para vigorar a partir de 1 de janeiro de 2024.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

A propósito do contributo da CNIS para as próximas eleições
É já tradição que as organizações de diferentes âmbitos, aproveitem os atos eleitorais para fazerem valer as suas reivindicações mais...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Cuidar da democracia
Neste ano vamos a eleições pelo menos duas vezes (três para os açorianos), somos chamados a renovar o nosso laço político com a comunidade, escolhendo...