DESEMPREGO

Taxa aumenta para 7,5%

A taxa de desemprego em Portugal aumentou para 7,5 por cento no primeiro trimestre, quando estavam sem emprego 412,6 mil indivíduos, revelam os dados do INE agora divulgados.

A taxa de desemprego cresceu 1,1 pontos percentuais em relação ao primeiro trimestre de 2004 e 0,4 pontos percentuais face ao trimestre anterior, segundo os mesmos dados. O acréscimo trimestral na taxa de desemprego resultou do efeito conjugado da diminuição de 0,3 por cento na população activa e do aumento de 5,9 por cento da população desempregada, refere o INE.

O aumento do desemprego foi particularmente acentuado entre as mulheres, com a taxa a fixar-se em 8,6 por cento, ou seja, mais 0,7 pontos percentuais face ao trimestre anterior e mais 1,2 pontos percentuais em relação ao trimestre homólogo.

No primeiro trimestre de 2005 o Alentejo manteve a posição de região com o mais elevado desemprego, com uma taxa de 9,3 por cento.

 

Data de introdução: 2005-05-24



















editorial

As amas em Creche Familiar

Publica-se neste número do “Solidariedade” o texto do acordo com a FSUGT, na parte que contempla também os novos valores de remunerações acordado para vigorar a partir de 1 de janeiro de 2024.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

A propósito do contributo da CNIS para as próximas eleições
É já tradição que as organizações de diferentes âmbitos, aproveitem os atos eleitorais para fazerem valer as suas reivindicações mais...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Cuidar da democracia
Neste ano vamos a eleições pelo menos duas vezes (três para os açorianos), somos chamados a renovar o nosso laço político com a comunidade, escolhendo...