DESEMPREGO

Taxa aumenta para 7,5%

A taxa de desemprego em Portugal aumentou para 7,5 por cento no primeiro trimestre, quando estavam sem emprego 412,6 mil indivíduos, revelam os dados do INE agora divulgados.

A taxa de desemprego cresceu 1,1 pontos percentuais em relação ao primeiro trimestre de 2004 e 0,4 pontos percentuais face ao trimestre anterior, segundo os mesmos dados. O acréscimo trimestral na taxa de desemprego resultou do efeito conjugado da diminuição de 0,3 por cento na população activa e do aumento de 5,9 por cento da população desempregada, refere o INE.

O aumento do desemprego foi particularmente acentuado entre as mulheres, com a taxa a fixar-se em 8,6 por cento, ou seja, mais 0,7 pontos percentuais face ao trimestre anterior e mais 1,2 pontos percentuais em relação ao trimestre homólogo.

No primeiro trimestre de 2005 o Alentejo manteve a posição de região com o mais elevado desemprego, com uma taxa de 9,3 por cento.

 

Data de introdução: 2005-05-24



















editorial

IDENTIDADE E AUTONOMIA DAS IPSS

As IPSS constituem corpos intermédios na organização social, integram a economia social e são autónomas e independentes do Estado por determinação constitucional.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Eleições Europeias são muito importantes
Nas últimas eleições para o Parlamento Europeu foi escandaloso o nível de abstenção. O mesmo tem vindo a acontecer nos passados atos eleitorais europeus

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Habitação duradoura – a resposta que falta aos sem abrigo
As pessoas em situação de sem-abrigo na Europa, em 2023 serão cerca de 900 mil, segundo a estimativa da FEANTSA (Federação Europeia das Associações...