SOLIDARIEDADE

Celebridades apoiam Centro Comunitário de Carcavelos

Filipe La Féria, Marcelo Rebelo de Sousa, Pedro Abrunhosa, Maria Barroso ou Eusébio são algumas das figuras públicas que alinharam na iniciativa "Cem Gestos de Solidariedade", promovida pelo Centro Comunitário da Paróquia de Carcavelos.

De acordo com informação disponível na página que o Centro Comunitário tem na Internet, cem personalidades aceitaram executar desenhos para que sejam leiloados, revertendo a verba obtida para a ampliação das instalações da entidade.

Belmiro de Azevedo, Marco Paulo, D.Duarte de Bragança, Marina Mota, Eunice Mu¤oz, Nicolau Breyner, Vitorino de Almeida, José Cid, os Anjos, Bagão Félix e Pedro Granger são outras das figuras que aceitaram apoiar a ideia.

Os desenhos criados vão ser expostos de 05 de Maio a 06 de Junho no Centro Cultural de Cascais e de 08 a 22 de Junho no Oeiras Parque, podendo os visitantes avançar com as suas ofertas para aquisição das obras.

"Cada desenho será entregue pela melhor oferta", lê-se no site do Centro Comunitário da Paróquia de Carcavelos, que desde 1981 presta auxílio a idosos, a sem-abrigo e a diversas pessoas em situação de carência extrema.

Segundo aquela entidade, ao licitar os trabalhos das várias figuras públicas - entre as quais se contam ainda Júlio Isidro, Agustina Bessa-Luís, Manoel de Oliveira, Pinto Balsemão, António Capucho, Daniel Proença de Carvalho e Raul Solnado - o Centro visa "continuar a obra que vem realizando há mais de vinte anos".

"Cem Gestos de Solidariedade", iniciativa realizada em colaboração com a Câmara Municipal de Cascais, pode permitir, se for bem sucedida, que o Centro se expanda para um terreno contíguo às actuais instalações.

 

Data de introdução: 2005-05-07



















editorial

As amas em Creche Familiar

Publica-se neste número do “Solidariedade” o texto do acordo com a FSUGT, na parte que contempla também os novos valores de remunerações acordado para vigorar a partir de 1 de janeiro de 2024.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

A propósito do contributo da CNIS para as próximas eleições
É já tradição que as organizações de diferentes âmbitos, aproveitem os atos eleitorais para fazerem valer as suas reivindicações mais...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Cuidar da democracia
Neste ano vamos a eleições pelo menos duas vezes (três para os açorianos), somos chamados a renovar o nosso laço político com a comunidade, escolhendo...