SIDA

Contra a discriminação de trabalhadores seropositivos

Através de uma morada electrónica (plataforma@cnlcs.min- saude.pt), podem ser enviadas dúvidas e ser expostas "situações que indiciem a existência de discriminação derivada do estatuto serológico para o VIH, seja ele real ou presumido". As suspeitas de discriminação de seropositivos no local de trabalho vão poder ser denunciadas, através dessa morada electrónica, criada pela Comissão Nacional de Luta Contra a Sida (CNLCS), em parceria com representantes dos patrões e dos trabalhadores.

O instrumento foi criado no âmbito da Plataforma Laboral Contra a Sida, um projecto que visa a elaboração e implementação de "políticas de empresa e linhas de orientação sobre o Vírus da Imunodeficiência Adquirida (VIH) para o local de trabalho, visando a sua prevenção e o combate ao estigma e discriminação da pessoas infectadas".

 

Data de introdução: 2005-05-07



















editorial

As amas em Creche Familiar

Publica-se neste número do “Solidariedade” o texto do acordo com a FSUGT, na parte que contempla também os novos valores de remunerações acordado para vigorar a partir de 1 de janeiro de 2024.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

A propósito do contributo da CNIS para as próximas eleições
É já tradição que as organizações de diferentes âmbitos, aproveitem os atos eleitorais para fazerem valer as suas reivindicações mais...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Cuidar da democracia
Neste ano vamos a eleições pelo menos duas vezes (três para os açorianos), somos chamados a renovar o nosso laço político com a comunidade, escolhendo...