ASSOCIAÇÃO DO PORTO DE PARALISIA CEREBRAL

Livro «Crónicas do Bar dos Canalhas» tem apresentação na Villa Urbana de Valbom

«Crónicas do Bar dos Canalhas» é uma obra coletiva, com textos de autores de vários países e que tem coordenação de Eduardo Águaboa. Os direitos de autor do livro revertem a favor da Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC).
Depois da apresentação em Lisboa, a 17 de março, na Casa do Alentejo, «Crónicas do Bar dos Canalhas» tem um novo lançamento no próximo dia 24 (sexta-feira), pelas 21h00, na Villa Urbana de Valbom, um dos equipamentos da APPC.
As «Crónicas do Bar dos Canalhas» serão apresentadas por Vieira Duque, conservador da Fundação Dionísio Pinheiro, e Alice Cardoso Pinheiro.
A obra conta com o contributo de escritores de vários países, incluindo textos provenientes de diversas cidades do mundo, como Lisboa, Luanda, Benguela, São Paulo, Paris, Bombaim, Atenas, Luxemburgo, Dusseldorf, Stade ou Bahia. A capa é da autoria do designer Dinis Moura, a trabalhar no Luxemburgo.
A apresentação do livro contará ainda com um momento musical pela banda «appSound», da APPC.
“(...) não espere encontrar um travão nas palavras, despidas de preconceitos, provocadoras e muitas vezes a aguçar pensamentos mais, digamos, palpitantes”, avisa no prefácio o jornalista Nuno Saraiva Santos.
A obra é uma “montanha russa de emoções. E reflexões. Sobre o que somos, sobre a vida e os seus efémeros momentos de felicidade que a podem tornar tão aparentemente, ou não..., curta”. Mas “é lá [no Bar dos Canalhas] que há sempre lugar para a solidariedade”.

 

Data de introdução: 2017-03-20



















editorial

MANTER E APROFUNDAR A INTERVENÇÃO DAS IPSS (por João Carlos Dias)

Depois do importante papel que desempenharam, decisivo para suportar as consequências da grave crise que vivemos e ainda sem tempo de recuperar do esforço despendido, as IPSS são confrontadas com novos desafios que não escolheram, mas que terão...

inquérito

O Orçamento de Estado para 2017 é favorável ou prejudicial ao funcionamento das IPSS?

opinião

PADRE JOSÉ MAIA

Não há idade para trabalhar
Ora cá está uma boa notícia, que não tem de meter política, daquela política politiqueira: a idade não é obstáculo para encontrar trabalho!As...

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

Carros e camiões: a nova arma do terrorismo
O recente atentado de Westminster veio confirmar a impossibilidade, de uma vitória definitiva no combate ao terrorismo. Os grandes responsáveis pela política mundial não se...