ASSOCIAÇÃO DO PORTO DE PARALISIA CEREBRAL

Livro «Crónicas do Bar dos Canalhas» tem apresentação na Villa Urbana de Valbom

«Crónicas do Bar dos Canalhas» é uma obra coletiva, com textos de autores de vários países e que tem coordenação de Eduardo Águaboa. Os direitos de autor do livro revertem a favor da Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC).
Depois da apresentação em Lisboa, a 17 de março, na Casa do Alentejo, «Crónicas do Bar dos Canalhas» tem um novo lançamento no próximo dia 24 (sexta-feira), pelas 21h00, na Villa Urbana de Valbom, um dos equipamentos da APPC.
As «Crónicas do Bar dos Canalhas» serão apresentadas por Vieira Duque, conservador da Fundação Dionísio Pinheiro, e Alice Cardoso Pinheiro.
A obra conta com o contributo de escritores de vários países, incluindo textos provenientes de diversas cidades do mundo, como Lisboa, Luanda, Benguela, São Paulo, Paris, Bombaim, Atenas, Luxemburgo, Dusseldorf, Stade ou Bahia. A capa é da autoria do designer Dinis Moura, a trabalhar no Luxemburgo.
A apresentação do livro contará ainda com um momento musical pela banda «appSound», da APPC.
“(...) não espere encontrar um travão nas palavras, despidas de preconceitos, provocadoras e muitas vezes a aguçar pensamentos mais, digamos, palpitantes”, avisa no prefácio o jornalista Nuno Saraiva Santos.
A obra é uma “montanha russa de emoções. E reflexões. Sobre o que somos, sobre a vida e os seus efémeros momentos de felicidade que a podem tornar tão aparentemente, ou não..., curta”. Mas “é lá [no Bar dos Canalhas] que há sempre lugar para a solidariedade”.

 

Data de introdução: 2017-03-20



















editorial

Gestão de negócio e Desenvolvimento Local

No entender da CNIS, seria possível, e desejável, aproveitar a rede capilar de Instituições de Solidariedade para assegurar, com financiamento próprio, a manutenção de alguns desses bens e serviços de interesse...

inquérito

O Orçamento de Estado para 2018 é favorável ou prejudicial ao funcionamento das IPSS?

opinião

PADRE JOSÉ MAIA

"Ó Pátria sente-se a voz..."
O nobre povo, que somos nós, após anos de troika e duras medidas de austeridade, começava a celebrar boas notícias de milhares de novos empregos que se têm criado, de...

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

Uma promessa esquecida
No passado dia um de Outubro, realizou-se o referendo sobre a independência da Catalunha. A consulta, que provocou uma grande expectativa mediática, traduziu-se num resultado...