EDUCAÇÃO

Ministra desvaloriza as notícias de casos de violência nas escolas

A ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, desvalorizou o aumento de casos de violência nas escolas garantindo que "não há nenhum problema real de insegurança" nos estabelecimentos de ensino.

"Não é necessário tomar nenhuma medida contra a violência nas escolas porque não há nenhum problema real de insegurança", afirmou a responsável, à margem de uma conferência sobre autonomia dos estabelecimentos de ensino, realizada na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

Segundo dados do Departamento de Segurança do Ministério da Educação divulgados pelo Diário de Notícias, a violência escolar aumentou no ano passado relativamente ao ano lectivo anterior, tendo- se registado mais de 1.200 agressões.

No total, foram contabilizadas 1.232 ofensas à integridade física perpetradas nas escolas e 191 alunos, professores ou funcionários tiveram de receber tratamento hospitalar, na sequência das agressões.

"Há efectivamente um aumento de brigas entre alunos, mas que não é em nada preocupante", assegurou Maria de Lurdes Rodrigues, preferindo destacar a diminuição de casos de violência envolvendo professores ou pessoal não docente.

Segundo a ministra, não estão previstas quaisquer alterações ao programa Escola Segura, criado em 1996, que classificou como "muito eficaz".

Tutelado conjuntamente pelos ministérios da Educação e da Administração Interna, o programa consiste essencialmente na presença de agentes da PSP e GNR no exterior das escolas e na colocação de seguranças no interior dos estabelecimentos de ensino.

 

Data de introdução: 2005-12-06




















A ver igualmente:

editorial

O COMPROMISSO DE COOPERAÇÃO: SAÚDE

De acordo com o previsto no Compromisso de Cooperação para o Setor Social e Solidário, o Ministério da Saúde “garante que os profissionais de saúde dos agrupamentos de centros de saúde asseguram a...

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Imigração e desenvolvimento
As migrações não são um fenómeno novo na história global, assim como na do nosso país, desde os seus primórdios. Nem sequer se trata de uma realidade...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Portugal está sem Estratégia para a Integração da Comunidade Cigana
No mês de junho Portugal foi visitado por uma delegação da Comissão Europeia contra o Racismo e a Intolerância do Conselho da Europa, que se debruçou, sobre a...