IPSS DE BRAGA

Instituto de Reabilitação e Integração Social vai produzir têxteis para uma marca

O Instituto de Reabilitação e Integração Social de Braga vai iniciar a produção de têxteis feitos de materiais reciclados para uma nova marca, contribuindo para a "sustentabilidade social, valorização, autoestima e inclusão social" dos utentes, anunciou hoje a empresa.

A re.store, apresentada hoje em conferência de imprensa, foi desenvolvida por uma empresa bracarense com o apoio da câmara de Braga e assume-se como "amiga do Ambiente e das Pessoas, tendo sido criada com base nos pressupostos da Economia Circular - RE.ciclar, RE.utilizar, RE.duzir - e Responsabilidade Social".

Os produtos a fabricar serão feitos com tecido "reutilizado a partir dos desperdícios dos processos de produção de empresas de têxteis-lar".

O primeiro produto será um saco de compras, com a medida de 40 por 40 centímetros, que será produzido por aquele instituto, mas é objetivo da marca é alargar a produção e inclusão no projeto a mais Instituições Particular de Solidariedade Social (IPSS).

O saco de tecido terá uma etiqueta feita de poliéster reciclado, bem como uma outra feita a partir de desperdícios de algodão à qual são acrescentadas sementes.

Esta etiqueta pode ser plantada num vaso e, passados 20 dias, nascerá a planta que corresponde à semente ali colocada, explica a re.store.

Os responsáveis salientam que os consumidores estarão "a contribuir para a sustentabilidade social de várias IPSS porque os produtos são integralmente confecionados pelos seus utentes, valorizando e remunerando o seu trabalho e a sua autoestima, contribuindo para a sua inclusão social e para um sentimento de pertença em todo o processo de construção dos produtos".

Os sacos estarão à venda, entre outros locais, em algumas farmácias que já compraram o conceito da marca, que "pretendem contribuir para um movimento de consciencialização coletiva para com a responsabilidade ambiental e social".

Os primeiros sacos, num total de 500, serão para um grupo farmacêutico, estando já no horizonte a produção de mais 500 para a marca vender nos seus canais de distribuição.

 

Data de introdução: 2019-10-21



















editorial

XXII GOVERNO CONSTITUCIONAL

(...) Sendo o Sector Social e Solidário um importante pilar do Estado Social e o principal agente na proteção social direta, estranha-se o quase desconhecimento da cooperação no programa do Governo já que as anteriormente citadas e...

Não há inqueritos válidos.

opinião

JOSÉ A. DA SILVA PENEDA

Sobre um pensamento de JORGE DE SENA
Este ano comemora-se o centésimo aniversário de Jorge de Sena que nos deixou uma obra colossal. É da sua autoria a seguinte frase: “A verdadeira dimensão do humano...

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

América Latina: de novo em foco
Houve tempos em que a América Latina constituía um tema importante e recorrente no espaço que os Meios de Comunicação dedicavam à vida política...