LIVRO

UIPSS/CNIS - 30 anos ao serviço da solidariedade

A Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade editou o livro "UIPSS/CNIS – 30 anos ao serviço da Solidariedade" para comemorar as três décadas de vida associativa. É uma publicação que retrata as relações com os poderes públicos, recorda as lideranças, sedimenta o pensamento e acção, elabora algumas perspectivas sociais e detalha as instituições que estão inscritas actualmente na CNIS.

Nas palavras introdutórias do presidente da CNIS, o livro recupera uma memória de trinta anos de "militância anónima levada a cabo por um exército de voluntários da sociedade civil que lutou firmemente contra a injustiça, a desigualdade, o abandono, a descriminação, a marginalização, a doença, a velhice, a pobreza. Que lutou pela solidariedade."

Lino Maia acrescenta ainda que a publicação "UIPSS/CNIS – 30 anos ao serviço da Solidariedade" pretende evocar "a visão dos Homens que há 30 anos souberam congregar as vontades generosas e voluntárias que frutificavam no país sob a forma de IPSS. E pretende também comemorar a preservação desse fermento social que fez crescer o número de IPSS; a capacidade de adaptação das instituições à mudança dos tempos e dos problemas; e a versatilidade e dedicação dos dirigentes voluntários incansáveis na busca de respostas e soluções."

O livro foi redigido pelos jornalistas Victor Pinto e Pedro Vasco Oliveira que recorreram, em grande medida, às recordações dos protagonistas envolvidos no processo de construção da União e da Confederação.
O livro "UIPSS/CNIS – 30 anos ao serviço da Solidariedade" foi oferecido aos participantes no Congresso "Rumo Solidário para Portugal", que decorreu nos dias 20 e 21 de Maio, no CNEMA, em Santarém.

 

Data de introdução: 2011-06-04



















editorial

ANO 2023: DIFÍCIL E DECISIVO

É com muitas dúvidas e algumas certezas que se perspetiva o ano agora iniciado, que poderá ser tão difícil quanto decisivo. 

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

Novo Ano, novos e exigentes desafios para as IPSS
Antes de mais quero desejar, para 2023, todo o bem aos atuais e aos próximos Órgãos Sociais da CNIS, assim como a todas e todos que compõem a rede das IPSS, em Portugal. Ao...

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

O significado de alguns dados do último recenseamento
Em cada dez anos o Instituto Nacional de Estatística responsabiliza-se por proceder à elaboração do Recenseamento Geral da População e do Recenseamento Geral da...