MULHER

Ensino superior cada vez mais feminino

As mulheres portuguesas estão em maioria nas universidades e entre os diplomados, mas são principalmente os homens que seguem o doutoramento, a investigação ou a carreira académica, segundo dados dos Observatório da Ciência e do Ensino Superior (OCES).

O número de alunos inscritos nas universidades revela uma "tendência para a feminização do ensino superior, tal como se verifica a nível europeu", embora em Portugal a presença de mulheres em qualquer área de formação esteja acima da média europeia, indicam os dados do OCES relativos ao período de 1993 a 2004.

No período em análise, o número total de rapazes inscritos nas universidades passou de 125.885 para 170.356. Contudo registou-se uma pequena descida relativamente ao ano 2002, em que se contabilizaram 171.235 alunos. Durante o mesmo tempo, o número de raparigas inscritas no ensino superior foi sempre maior do que o de rapazes, com essa diferença a acentuar-se gradualmente.

 

Data de introdução: 2005-05-24



















editorial

As amas em Creche Familiar

Publica-se neste número do “Solidariedade” o texto do acordo com a FSUGT, na parte que contempla também os novos valores de remunerações acordado para vigorar a partir de 1 de janeiro de 2024.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

A propósito do contributo da CNIS para as próximas eleições
É já tradição que as organizações de diferentes âmbitos, aproveitem os atos eleitorais para fazerem valer as suas reivindicações mais...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Cuidar da democracia
Neste ano vamos a eleições pelo menos duas vezes (três para os açorianos), somos chamados a renovar o nosso laço político com a comunidade, escolhendo...