ENTRONCAMENTO

Coração Solidário

Chama-se "Coração Solidário" e trata-se de um projecto de apoio e intervenção social, promovido pela Associação de Bem Estar Social do Entroncamento. 
A iniciativa inclui 15 voluntárias que se ocupam de pequenas tarefas de apoio aos idosos, ou a pessoas com limitações de locomoção ou pessoas isoladas ou sozinhas em termos familiares. Para já vão ser apoiadas 20 pessoas que são do conhecimento directo da associação.

Auxílio em pequenas tarefas de casa, nas actividades mais comuns, escrever uma carta, ajudar o idoso a deslocar-se ao médico estão entre os objectivos com vista a melhoria global da vida do cidadão solitário ou com problemas de mobilidade, melhoria da auto-estima e ainda da relação com a comunidade, tentando contribuir para anular a solidão. 

Segundo o presidente da Associação de Bem Estar Social do Entroncamento, João Pereira, vão existir ainda dois locais para fazer o atendimento aos idosos ou para tomar conhecimento das situações. Um dos locais será a sede do clube " O Parafuso", às terças-feiras, das 15 às 17 horas e, na zona norte, na sede da Associação Filarmónica do Entroncamento, às quintas-feiras, também das 15 às 17 horas.

Esta associação de voluntárias dispõe de 30 senhoras que diariamente já prestam o apoio em vários serviços do Hospital de São João Batista, em colaboração com a Misericórdia, assim como no Lar de Fernando Eiró Gomes e no Lar dos Ferroviários, na cidade.

Fundada em 13 de Outubro de 1999, a associação tem crescido no apoio social aos idosos e instituições do Entroncamento, perspectivando para o início do ano a realização de um colóquio sobre a temática social, assim como a alteração da sua designação, para outra que se identifique mais com os objectivos futuros desta associação solidária de voluntários.

 

Data de introdução: 2004-10-27



















editorial

Olhando o presente perspetivando o futuro

Nesta "estação de pandemia" parece estarmos em descensão, reconquistando, pouco a pouco, uma "nova normalidade". 

Não há inqueritos válidos.

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

Pandemia e tensões políticas
É hoje evidente que, para além das suas consequências sanitárias, o chamado novo coronavírus está a provocar, um pouco por toda a parte, inegáveis...

opinião

JOSÉ A. DA SILVA PENEDA

Três aspetos positivos da crise e seis pontos a atender para o futuro
Sobre os últimos meses e da forma como o País e as autoridades públicas reagiram à pandemia retiro três aspetos positivos. O primeiro tem a ver com o elevado nível...