ACÇÃO DE FORMAÇÃO

O Ciclo de vida da pessoa com deficiência

ACÇÃO DE FORMAÇÃO:
O CICLO DE VIDA DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA MENTAL: UM PERCURSO COM AS FAMÍLIAS E AS INSTITUIÇÕES

Duração: 9 horas
Datas: 28, 29 e 30 de Março
Horário: Pós- Laboral - 18.15H às 21.15H

Destinatários: Coordenadores de Lares e Centros; Pessoal Técnico/colaboradores; Dirigentes; Directores Técnicos.

Formadores: Dra. Dulce Maria Ferreira Coutinho
. Licenciada em Serviço Social
. Pós-Graduada em Terapia Familiar
. Actual Directora Geral da APACDM de
Vila Nova de Gaia
Dr. Victor Teixeira
. Licenciado em Psicologia
. Terapeuta Familiar
. Psicóloga na APACDM

Programa: 1- O anúncio e os primeiros tempos
- Os intervenientes: serviços,
profissionais, família, os pais enquanto
individuos, redes de suporte.
2- Os serviços de intervenção precoce e apoio
à integração do Jardim de Infância
- A intervenção precoce e os princípios de
uma intervenção transdisciplinar centrada
na família.
- Serviços/recursos.
3- A idade escolar
- 1º e 2º Ciclo.
- Serviços/recursos.
- Suportes às famílias.
4- O fim da escolaridade obrigatória e a
transição para a idade adulta
- Serviços/recursos.
- A adultez da pessoa com deficiência e o
de vida familiar.
5- A idade adulta e o envelhecimento
- O envelhecimento precoce.
- O envelhecimento dos pais.
- Respostas e formas de intervenção.

Ojectivos: 1- Analisar e empreender respostas acerca do percurso do deficiente e suas famílias, tendo em conta os seus ciclos de vida e sua integração/inclusão no meio social envolvente.
2- Transmitir informação que permita superar as lacunas provocadas pela ausência de resposta às especificidadesdos problemas da deficiência.

Local: Sede da AIDSS
Rua Antero de Quental nº241 sala 14
4050 PORTO

Informações e Inscrições: 14 a 27 de Março
Telefax: 225093289

Preços: Sócios - 40 euros
Estudantes - 50 euros
Profissionais - 60 euros

 

Data de introdução: 2006-03-15



















editorial

As nossas diferenças potenciam a coesão e a união

Discurso do Presidente da Mesa da Assembleia Geral da CNIS, José Carlos Batalha, por ocasião da tomada de posse dos órgãos sociais para o mandato 2019-2022. 

inquérito

Que expectativa tem para o ano de 2019?

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

Estados Unidos: a crise do orçamento e o muro
Que um governo norte-americano fique temporariamente inoperacional, por via da não aprovação do seu orçamento, não constitui propriamente uma novidade. Que uma crise...

opinião

PADRE JOSÉ MAIA

Obrigado, Padre Lino!
Ainda no rescaldo do sufrágio eleitoral na CNIS em que o Padre Lino Maia voltou a merecer, por voto secreto, a confiança das centenas de Instituições Particulares de...