CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE ECONOMIA SOCIAL

Órgãos sociais para o período 2018-2021 já tomaram posse

Já foram eleitos os órgãos sociais da Confederação Portuguesa de Economia Social (CPES), tendo a escolha para presidir à Direção recaído em Manuel dos Santos Gomes, da Confagri.
A CNIS assume uma das quatro vice-presidências e é representada na Direção da CPES pelo seu presidente-adjunto, João Dias.
Os restantes três vice-presidentes são Manuel de Lemos, da União das Misericórdias Portuguesas, Rogério Cação, da Confecoop, e Marco Domingues, da Animar.
Já a Mesa da Assembleia Geral é presidida por Maria do Céu Ramos, do Centro Português de Fundações, e tem Jorge de Sá, da Associação Portuguesa de Mutualidades, como vice-presidente e José Almeida, da União das Mutualidades Portuguesas, como secretário.
Por outro lado, o Conselho Fiscal tem na presidência Maria Clementina Henriques, da Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura, Recreio e Desporto (CPCCRD), e como vogais João Filipe Cardoso, da União das Mutualidades Portuguesas, e João Adelino Pereira, da Associação Portuguesa de Mutualidades.
Os órgãos sociais agora eleitos e que já tomaram posse, no passado dia 8 de outubro, estará em funções no período de 2018 a 2021.

 

Data de introdução: 2018-10-12



















editorial

GARANTIR OS VALORES COM SUSTENTABILIDADE (Seminário - conclusões)

As Instituições enfrentam constrangimentos que poderão colocar em causa a sua sustentabilidade, e que resultam, nomeadamente: do modo de criação das IPSS. 

Não há inqueritos válidos.

opinião

JOSÉ A. DA SILVA PENEDA

A Europa fabrica mais caixões do que berços
A Europa apresenta a maior perda de população da história moderna. A Alemanha já tem a menor taxa de natalidade do mundo. Nas últimas seis décadas, a...

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

Índia: as preocupações de cristãos e muçulmanos
Durante muitos anos, o nacionalismo foi entendido como uma das manifestações da afirmação de qualquer povo no mundo. Embora não se trate de conceitos totalmente...