CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE ECONOMIA SOCIAL

Órgãos sociais para o período 2018-2021 já tomaram posse

Já foram eleitos os órgãos sociais da Confederação Portuguesa de Economia Social (CPES), tendo a escolha para presidir à Direção recaído em Manuel dos Santos Gomes, da Confagri.
A CNIS assume uma das quatro vice-presidências e é representada na Direção da CPES pelo seu presidente-adjunto, João Dias.
Os restantes três vice-presidentes são Manuel de Lemos, da União das Misericórdias Portuguesas, Rogério Cação, da Confecoop, e Marco Domingues, da Animar.
Já a Mesa da Assembleia Geral é presidida por Maria do Céu Ramos, do Centro Português de Fundações, e tem Jorge de Sá, da Associação Portuguesa de Mutualidades, como vice-presidente e José Almeida, da União das Mutualidades Portuguesas, como secretário.
Por outro lado, o Conselho Fiscal tem na presidência Maria Clementina Henriques, da Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura, Recreio e Desporto (CPCCRD), e como vogais João Filipe Cardoso, da União das Mutualidades Portuguesas, e João Adelino Pereira, da Associação Portuguesa de Mutualidades.
Os órgãos sociais agora eleitos e que já tomaram posse, no passado dia 8 de outubro, estará em funções no período de 2018 a 2021.

 

Data de introdução: 2018-10-12



















editorial

As nossas diferenças potenciam a coesão e a união

Discurso do Presidente da Mesa da Assembleia Geral da CNIS, José Carlos Batalha, por ocasião da tomada de posse dos órgãos sociais para o mandato 2019-2022. 

inquérito

Que expectativa tem para o ano de 2019?

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

Estados Unidos: a crise do orçamento e o muro
Que um governo norte-americano fique temporariamente inoperacional, por via da não aprovação do seu orçamento, não constitui propriamente uma novidade. Que uma crise...

opinião

PADRE JOSÉ MAIA

Obrigado, Padre Lino!
Ainda no rescaldo do sufrágio eleitoral na CNIS em que o Padre Lino Maia voltou a merecer, por voto secreto, a confiança das centenas de Instituições Particulares de...