DROGA

Presidente do IDT pediu a demissão

O presidente do Instituto da Droga e da Toxicodependência (IDT), Nuno Freitas, pediu a demissão do cargo,. O pedido foi aceite pelo ministro da Saúde, Correia de Campos. O sucessor de Nuno Freitas será nomeado oportunamente, conforme adiantou o ministro. Nuno Freitas, ex-deputado do PSD, dirigia o IDT desde Setembro passado, com um mandato de três anos.

Nuno Freitas, 33 anos, licenciado em medicina, ocupava a presidência do Instituto da Droga e Toxicopendência (IDT) desde 15 de Setembro de 2004, tendo substituído o magistrado Fernando Negrão, que entretanto assumiu o cargo de ministro da Segurança Social, Família e Criança.

O IDT, que resultou da fusão do Instituto Português da Droga e da Toxicodependência (IPDT) e do Serviço de Prevenção e Tratamento da Toxicodependência (SPTT), é o organismo responsável pela definição das políticas de luta contra a droga e combate à toxicodependência.

 

Data de introdução: 2005-04-05



















editorial

O COMPROMISSO DE COOPERAÇÃO: SAÚDE

De acordo com o previsto no Compromisso de Cooperação para o Setor Social e Solidário, o Ministério da Saúde “garante que os profissionais de saúde dos agrupamentos de centros de saúde asseguram a...

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Imigração e desenvolvimento
As migrações não são um fenómeno novo na história global, assim como na do nosso país, desde os seus primórdios. Nem sequer se trata de uma realidade...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Portugal está sem Estratégia para a Integração da Comunidade Cigana
No mês de junho Portugal foi visitado por uma delegação da Comissão Europeia contra o Racismo e a Intolerância do Conselho da Europa, que se debruçou, sobre a...