Padre José Maia

Solidariedade em marcha

No preciso momento em que escrevo esta crónica, está a decorrer a MARCHA DA SOLIDARIEDADE que,...

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

Europa: que futuro?

Muito se disse e se escreveu já sobre as últimas eleições para o Parlamento...

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

Quebec: um resultado contra a corrente

Realizaram-se recentemente eleições parlamentares no Canadá. O triunfo do partido liberal...

PADRE JOSÉ MAIA

Medos, Inseguranças e exílios - por Pe. José Maia

A troika vai, mas a CRISE fica! Mesmo com uma “saída limpa”, o país fica...

OPINIÃO

25 de Abril – 40 anos

Para as pessoas da minha geração, a simples evocação do mês de Abril faz...

CRÓNICA

O Kosovo e a Crimeia, por A.J.Silva

A propósito do referendo que levou à integração da Crimeia na...

OPINIÃO

Ucrânia: o fantasma da “guerra fria”, por A.J.Silva

A vitória dos manifestantes pró europeístas sobre o presidente ucraniano Victor...

OPINIÃO

PANEM ET CIRCENSES

(...) Mas eu, e gente da minha idade, queremos festa – e fazer a festa - pelos 40 anos que levamos de...

OPINIÃO

Doutores da mula ruça

Fui para Coimbra estudar Direito em Outubro de 1969.A Universidade, para a grande maioria dos estudantes,...

OPINIÃO

A Ucrânia, a Europa e a Rússia, por A.J.Silva

Nos tempos que correm, não se pode dizer que a imagem da União Europeia esteja propriamente em...

OPINIÃO

As palavras

(...) O tema vem a propósito de mais uma incursão pela novilíngua levada a cabo pelo...

OPINIÃO

Tempestades no Pacífico, por A.J. Silva

Não falta quem diga que a chamada “Guerra Fria” se transferiu para o Pacífico. A...

OPINIÃO

A restauração da Independência

 (...)Neste contexto, merece aplauso o Senhor Presidente da República: que, mostrando-se imune...

OPINIÃO

Quem ganhou ou quem perdeu - por A.J.Silva

Nos últimos dias, os Meios de Comunicação Social fizeram do Irão o grande tema da...

OPINIÃO

Os novos espiões - por A.J.Silva

A espionagem sempre foi um tema recorrente na literatura, no cinema e, naturalmente, na...

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

América Latina: uma outra deriva?
Em democracia, nada é definitivo. E nada é definitivo, porque a democracia pressupõe a realização cíclica de eleições, e os resultados dessas...

opinião

PADRE JOSÉ MAIA

Greves e serviços mínimos...
Após um longo tempo de quase ausência de greves, proeza atribuída às políticas de reversão de direitos dos trabalhadores e, em geral, de todos os portugueses...