LEIRIA

Lúcia Ferreira apela à união no combate à droga

Não é fácil a tarefa de Lúcia da Silva Ferreira, a nova directora da Unidade de Prevenção do Distrito de Leiria do Instituto da Droga e da Toxicodependência (IDT), que tomou posse sexta-feira passada, no Governo Civil. 

Doentes nas unidades de tratamento em Leiria, Peniche e Pombal são 1144, 416 dos quais em programas de substituição opiácia, incluindo 19 casos de sida associados à toxicodependência. 
Os números, embora ligeiramente inferiores a 2002 e a 2001, dão que pensar. 

Ler notícia na íntegra

 

Data de introdução: 2004-10-21



















editorial

Os pobres e as Instituições de Solidariedade

(...) Se o Sector Social e Solidário é um muito importante pilar do Estado Social, corre sérios riscos de colapso porque o Estado não está a corresponder às expectativas criadas aquando da celebração do Pacto de...

Não há inqueritos válidos.

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

América Latina: uma outra deriva?
Em democracia, nada é definitivo. E nada é definitivo, porque a democracia pressupõe a realização cíclica de eleições, e os resultados dessas...

opinião

PADRE JOSÉ MAIA

Greves e serviços mínimos...
Após um longo tempo de quase ausência de greves, proeza atribuída às políticas de reversão de direitos dos trabalhadores e, em geral, de todos os portugueses...