CARTA ÀS INSTITUIÇÕES - DEZEMBRO 2008

 SENHOR (ª) PRESIDENTE

Dezembro tem sido rotulado como “mês conciliador” - a personalidade dos meses traça-a as gentes.
Talvez porque em Dezembro ocorre a data magna da Cristandade, em que, celebrando-se o nascimento de Jesus, também se celebra a vida, a alegria, o amor, os presentes, a música e a esperança.
Porque é o mês em que abundam gestos de solidariedade, bem melhor talvez lhe assentasse o título do mês da solidariedade.
Ou (por que não?) do voluntariado…

1. ACREDITAÇÃO DA CNIS

Por despacho do Director-Geral da Direcção-Geral do Emprego e das Relações do Trabalho, exarado na informação número 1510, foi concedida a acreditação da CNIS – Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, pelo período de um ano, nos seguintes domínios:
- Concepção de intervenções, programas, instrumentos e suportes formativos;
- Organização e promoção das intervenções ou actividades formativas;
- Desenvolvimento/execução de intervenções ou actividades formativas.

Obs. Foi um processo em cujo desenvolvimento foi determinante o engenho e a dedicação de Goreti Moreira, tesoureira da CNIS.

2. A LUZ DAS VELAS AJUDA A ELIMINAR A POBREZA

“10 Milhões de Estrelas - Um Gesto pela Paz 2008» é uma iniciativa da Cáritas Portuguesa que pretende fazer da vela um instrumento para passar a mensagem da paz, justiça e solidariedade.
Criar uma cultura de paz no coração dos cidadãos, vencendo a dimensão consumista e materialista do Natal é o objectivo da campanha, realizada em Portugal pelo sexto ano consecutivo. A iniciativa não tem objectivos confessionais, ela é universal porque “os valores que ela procura veicular são universais”. Como o ser humano necessita de símbolos para “interiorizar valores”, a operação foi concebida para aproveitar a simbologia da vela “numa altura tão sensível como o Natal”.
Ao longo do mês de Dezembro os portugueses são chamados a colaborar nesta campanha, mas o “grande momento será no dia 13 de Dezembro, dia da manifestação nacional, onde decorrerão várias actividades a nível local”. Na Noite de Natal (24 de Dezembro), as velas servirão para iluminar as janelas das casas, de modo a serem vistas da rua, simbolizando a adesão das famílias portuguesas aos valores propostos por esta campanha.
Trinta por cento dos fundos angariados com a venda das velas destinam-se a apoiar um projecto de cooperação e desenvolvimento para promover a integração dos povos pigmeus de Mongoumba – população minoritária da República Centro Africana – sendo as áreas da saúde e da educação as principais prioridades. Esta escolha está intimamente ligada à celebração do Ano Europeu do Diálogo Intercultural.

3. CONGRESSO DA CNIS
COMISSÃO ORGANIZADORA


O IV Congresso da CNIS vai decorrer em Fátima, no Centro Pastoral Paulo VI, nos dias 30 e 31 de Janeiro de 2009. Oportunamente, receberão mais informação que está a ser preparada pela Comissão Organizadora que, por deliberação do Conselho Directivo reunido em 13 de Outubro, ficou assim constituída:

- 2 Membros da Mesa da Assembleia-Geral (Mário Dias e César Fatela)
- 2 Membros da Direcção da CNIS (Goreti Moreira e Eleutério Alves)
- 2 Representantes das Uniões Distritais (Pe. Virgílio do Rocio Francisco da UDIPSS de Leiria e Eduardo Mourinha da UDIPSS de Santarém)
- 1 Representante de uma IPSS associada de base (José Casaleiro da APAC – Associação Popular de Apoio à Criança)


3. DIAS CELEBRATIVOS

Os dias comemorativos sucedem-se: “Dia Internacional do Voluntariado para a Economia e Desenvolvimento Social” (5 de Dezembro”, “Dia do Voluntário” (5 de Dezembro), “Dia do Deficiente” (9 de Dezembro), “Dia dos Direitos Humanos” (10 de Dezembro), “Dia Mundial da Paz” (1 de Janeiro), “Dia Mundial do Braille” (4 de Janeiro), “Dia da Liberdade de Culto” (7 de Janeiro), “Dia Mundial da Religião” (18 de Janeiro), “Dia Mundial da Liberdade” (23 de Janeiro), “Dia Mundial dos Leprosos” e “Dia Escolar da Não-violência e da Paz” (30 de Janeiro).
Não deixe de promover na sua Instituição iniciativas de sensibilização e celebração.
E, por exemplo, aproveite o Dia do Voluntário (5 de Dezembro) para, profeticamente, afirmar a importância do Movimento Solidário em Portugal.

No dia 5 de Dezembro celebra-se o “Dia Internacional dos Voluntários”.
Foi criado em 1985 pela Assembleia Geral das Nações Unidas com o objectivo de homenagear o trabalho de todos os que de uma maneira anónima desenvolvem actividades voluntárias em todo o mundo.
Por todo o mundo, há milhares de pessoas que, voluntariamente, dedicam uma parte do seu tempo, trabalho e dedicação a favor de outros, em prol de uma causa.
O voluntariado é uma fonte fundamental de força comunitária, solidariedade e coesão social que pode ajudar a concretizar uma mudança social positiva fomentando sociedades inclusivas que respeitem a diversidade, a igualdade e a participação de todos.


4. ESTATUTOS DA CNIS

O Congresso Extraordinário da CNIS, de 29 de Novembro último, aprovou uma alteração estatutária que visa dar espaço audível e interventivo a todas as estruturas intermédias (uniões regionais ou distritais e federações de âmbito nacional), com a inclusão do Conselho Geral e favorecer condições de maior agilidade e eficácia à Confederação com o reenquadramento da Direcção.

5. PROJECTOCENTOEUM

A CNIS celebrou um Protocolo com a “Projectoscentoeum, PCS”, no âmbito do qual é acordado que, segundo condições aí estabelecidas, as instituições filiadas na Confederação poderão vir a beneficiar de um serviço multidisciplinar no quadro de acções inspectivas, de fiscalização ou avaliação e, mais concretamente, de resposta aos relatórios dos serviços de avaliação, fiscalização e inspecção do Estado, no quadro do artigo 101º do CPA.

6. PROJECTO FAS

No âmbito da prossecução do Projecto FAS – Formação Acção/Solidária, vão realizar-se, neste mês de Dezembro, reuniões das comissões distritais de Acompanhamento e Disseminação de Boas Práticas (nos casos, as primeiras), nos seguintes distritos:
Dia 4 - Na Santa Casa da Misericórdia de Macedo de Cavaleiros.
Dia 9 - Em Viana do Castelo
Dia 11 - Em Vila Real


Obs. Outras reuniões se seguirão nos outros distritos, em datas que irão sendo anunciadas.

Bom Natal...
UM FELIZ 2009!

Com os melhores cumprimentos


Porto, 2 de Dezembro de 2008

__________________
(Lino Maia, padre)

 

Data de introdução: 2008-12-02



















editorial

GARANTIR OS VALORES COM SUSTENTABILIDADE (Seminário - conclusões)

As Instituições enfrentam constrangimentos que poderão colocar em causa a sua sustentabilidade, e que resultam, nomeadamente: do modo de criação das IPSS. 

Não há inqueritos válidos.

opinião

JOSÉ A. DA SILVA PENEDA

A Europa fabrica mais caixões do que berços
A Europa apresenta a maior perda de população da história moderna. A Alemanha já tem a menor taxa de natalidade do mundo. Nas últimas seis décadas, a...

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

Índia: as preocupações de cristãos e muçulmanos
Durante muitos anos, o nacionalismo foi entendido como uma das manifestações da afirmação de qualquer povo no mundo. Embora não se trate de conceitos totalmente...