Banco dá telemóveis aos pobres

O Grameen Bank, que se tornou conhecido por ajudar os pobres do mundo, vai financiar a aquisição de telemóveis por parte dos mendigos do Bangladesh.
O objectivo do projecto é que os mendigos emprestem os aparelhos, por uma certa quantia, a pessoas de uma aldeia onde não existe telefone convencional. Com o dinheiro arrecadado, eles poderão pagar a dívida e, futuramente, talvez deixar de mendigar.

«Esse grupo menos favorecido pela sorte merece uma oportunidade de melhorar de vida. E nós acreditamos que o nosso projecto promoverá a mudança», disse Dipal Chandra Barua, vice-director administrativo do banco, à agência de notícias Reuters.

O Grameen Bank, criado pelo professor de economia Mohammad Yunus, já recebeu vários prémios internacionais por ter feito pequenos empréstimos a famílias carentes para que elas pudessem abrir o seu próprio negócio, como por exemplo a criação de galinhas. «Em pouco tempo, estas pessoas tornaram-se auto-suficientes e hoje são como sócias do banco», relatou aquele responsável da instituição bancária.

 

Data de introdução: 2004-10-21



















editorial

Legislativas 2019

No contexto da pré-campanha eleitoral para as Eleições Legislativas de 2019 surgiram várias propostas e foram enunciadas algumas preocupações que conectam diretamente com o que são as competências e a tradição...

Não há inqueritos válidos.

opinião

JOSÉ A. DA SILVA PENEDA

A conetividade como condição de sobrevivência das instituições
O conceito que no século XX mais influência teve na economia global, no mundo do trabalho e na vida dos cidadãos foi a globalização. Embora não tenha sido a...

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

A China e o desafio de Hong Kong
Já lá vão umas largas semanas sobre o início da crise social e política que atingiu Hong Kong, uma crise que, pelo menos aparentemente, ainda está longe de ter...