NOVA GERAÇÃO DO PARES

Programa vai ser financiado com dinheiro dos jogos sociais

O governo anunciou a criação de uma nova geração do Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais. Este programa, denominado PARES 2.0, visa essencialmente “estimular, através dos recursos financeiros provenientes dos jogos sociais, o investimento privado em equipamentos sociais, incidindo em respostas específicas por forma a promover maiores níveis de proteção, autonomia, inclusão e facilitação da conciliação da vida pessoal e familiar com a vida profissional.”

CONSULTAR AQUI A PORTARIA

O PARES 2.0 pretende contribuir para o alargamento da rede de equipamentos sociais, “sustentada em princípios transparentes e objetivos, com a finalidade de aumentar a capacidade instalada em respostas nas áreas de infância e juventude, pessoas com deficiência e população idosa.”

O Programa é uma “resposta às necessidades mais prementes das populações e dos territórios, priorizando de forma rigorosa e transparente os equipamentos sociais que se situem em territórios com uma baixa cobertura, de forma a corrigir as assimetrias existentes ao nível da distribuição da capacidade instalada no território”

O PARES 2.0 admite a “possibilidade de apoio ao investimento em equipamentos sociais cujas obras revistam caráter de urgência ou quando se verifique a necessidade de adaptação das instalações e/ou substituição de materiais ou equipamentos, em especial aqueles cujo deficiente funcionamento ponha em causa a segurança, o bem-estar e a qualidade dos serviços prestados.”

Segundo o governo, para a elaboração deste novo programa foram ouvidas a Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, a União das Misericórdias Portuguesas, a União das Mutualidades Portuguesas e a Confederação Portuguesa Cooperativa.

 

Data de introdução: 2019-09-09



















editorial

IPSS E ADAPTAÇÃO À MUDANÇA CLIMÁTICA

Nos anos 80, com a aprovação pelas Nações Unidas do Relatório sobre Ambiente e Desenvolvimento, deu-se um impulso político ao conceito de sustentabilidade. Pouco depois, em 1992, teve lugar no Rio de Janeiro a primeira Cimeira da Terra....

Não há inqueritos válidos.

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

Médio Oriente: os perigos de uma guerra psicológica
Nos últimos dias, têm sido frequentes as notícias relativas ao Médio Oriente, e em particular as que dizem respeito ao conflito entre Israel e o Irão.

opinião

JOSÉ A. DA SILVA PENEDA

Todos temos a nossa cruz
“Todos temos a nossa cruz” é uma frase popular que a todos nos condiciona e é inerente à condição humana. Nenhum ser está imune a sofrimentos,...