II ENCONTRO NACIONAL DE IPSS PROMOTORAS DE SAÚDE

Iniciativa servirá para apresentar estudo inédito

A CNIS promove, no próximo dia 28 de setembro (sexta-feira), o II Encontro Nacional de IPSS Promotoras de Saúde, que decorrerá no Hotel Cinquentenário, em Fátima.
Os trabalhos começarão com um dos principais pontos de interesse do dia, que é a apresentação do estudo «Diagnóstico de saúde da população servida pelas IPSS associadas da CNIS».
A apresentação, moderada por Maria João Quintela, da Direção da CNIS, estará a cargo de Felismina Mendes, investigadora da Universidade de Évora e coordenadora do estudo, e ainda de César Fonseca, igualmente investigador da academia eborense.
A sessão terá início às 10h00, estando previsto um momento de debate mais para o final da manhã.
Da parte da tarde, o tema em debate será a «Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados e de Saúde Mental», com a participação de Miguel Narigão, membro da Coordenação Nacional para a Reforma do Serviço Nacional de Saúde na área dos Cuidados Continuados, em representação do Coordenador Nacional da RNCCI, Edna Gonçalves, presidente da Comissão Nacional de Cuidados Paliativos, Miguel Xavier, diretor do Programa para a área da Saúde Mental, e Vanda Santos, chefe de Setor do Acompanhamento de Respostas Sociais e da RNCCI do Instituto da Segurança Social, e a moderação do presidente do Conselho Nacional de Saúde Mental, António Leuschner.
O segundo painel da tarde irá debruçar-se sobre a «Contratualização na Saúde – Determinantes da sustentabilidade» e será o momento em que responsáveis de diversas IPSS darão o seu testemunho. Com moderação de Eleutério Alves, da Direção da CNIS, intervirão João Calão, da ACASO – Associação Cultural e de Apoio Social de Olhão, Tiago Silva, da ARIFA – Associação de Reformados e Idosos da Freguesia da Amora, Susete Abrunhosa, da Santa Casa da Misericórdia de Bragança, Jaime Ramos, da Fundação ADFP – Fundação Assistência, Desenvolvimento e Formação Profissional, e Mário do Carmo Pereira, da ASSOL – Associação de Solidariedade Social de Lafões.
Esta será uma sessão de grande riqueza pela partilha que as instituições farão das suas realidades.
O encerramento estará a cargo do presidente da CNIS, padre Lino Maia, da secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Joaquim (presença ainda por confirmar), de Miguel Narigão e de Maria João Quintela, que terá a seu cargo a leitura das conclusões do encontro.
Depois da primeira edição, em Coimbra, no ano de 2016, o Encontro Nacional de IPSS Promotoras de Saúde decorrerá agora em Fátima, esperando-se novamente grande afluência de dirtigentes e técnicos das instituições, tal como na estreia da iniciativa.

 

Data de introdução: 2018-09-24



















editorial

COOPERAÇÃO E FISCALIZAÇÃO

Estabelece a nossa Constituição o parâmetro normativo aplicável às IPSS, que se traduz, por um lado, no seu direito ao apoio do Estado e, por outro, na sua sujeição à fiscalização estadual.

Não há inqueritos válidos.

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

As consequências de um referendo
Não obstante as dúvidas que se levantam muitas vezes quanto à observância de todas as normas que devem regular os referendos, estes são sempre uma das expressões...

opinião

MANUELA MENDONÇA, PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA GERAL DA CNIS

Até sempre!
Decorridos pouco mais de 12 anos sobre a minha primeira participação na Direcção da CNIS, posição seguida de outros lugares de menor relevo e que culminou com dois...