UDIPSS BRAGA

Barcelos acolhe terceira edição da Semana Social

Barcelos recebe, entre os dias 26 e 28 de setembro, a terceira edição da Semana Social, ação promovida pela UDIPSS Braga, e que reúne muitas e diversas IPSS do distrito.
Uma vez mais, a iniciativa promove o debate de temas candentes para as instituições em duas conferências e ainda um megaconvívio com piquenique e muita animação.
No primeiro dia (26), o tema em discussão será «Saúde Mental, Doença Neurodegenerativa e Alzheimer”. O conferencista convidado é o renomado António Leuschner Fernandes, presidente do Conselho Nacional de Saúde Mental.
«Aplicação do Regulamento Geral de Proteção de Dados» é o tema da conferência do dia 27 que terá como oradora a advogada Vânia Cristina Delgado.
Ambas as sessões têm início às 14h30 e decorrerão no Auditório do Município de Barcelos.
Tal como nas edições anteriores (Braga e Guimarães), a Semana Social encerra com a festa convívio no Parque da Cidade de Barcelos.
O espaço transformar-se-á num imenso piquenique e, à atenção dos mais pequenos, num enorme parque infantil, com especial destaque para os tão amados insufláveis.
As IPSS do distrito que pretendam participar no piquenique devem (através do endereço de e-mail geral@udipss-braga.pt) indicar o número de participantes no sentido de reservar mesas e cadeiras.
O convívio terá início de manhã, seguindo-se o piquenique (em 2017, em Guimarães, foram mais de mil utentes, dirigentes e colaboradores os participantes), findo o qual atuará o Grupo de Bombos da APACI e o Grupo de Danças e Cantares da APAC.
Ao longo da tarde haverá ainda uma oficina de Canto, pelo Centro Social de Chorente, com a colaboração da Universidade Sénior Barcelos, uma aula interativa, pela Barcelos Saudável, oficinas de barro, com o apoio do Museu de Olaria, e muita animação musical com Professor Orlando e Companhia.
Festa garantida e muita animação para todos, independentemente da idade. No final, por volta das 16h00, haverá a entrega de lembranças aos participantes.

 

Data de introdução: 2018-09-24



















editorial

Os pobres e as Instituições de Solidariedade

(...) Se o Sector Social e Solidário é um muito importante pilar do Estado Social, corre sérios riscos de colapso porque o Estado não está a corresponder às expectativas criadas aquando da celebração do Pacto de...

Não há inqueritos válidos.

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

América Latina: uma outra deriva?
Em democracia, nada é definitivo. E nada é definitivo, porque a democracia pressupõe a realização cíclica de eleições, e os resultados dessas...

opinião

PADRE JOSÉ MAIA

Greves e serviços mínimos...
Após um longo tempo de quase ausência de greves, proeza atribuída às políticas de reversão de direitos dos trabalhadores e, em geral, de todos os portugueses...