UDIPSS BRAGA

Barcelos acolhe terceira edição da Semana Social

Barcelos recebe, entre os dias 26 e 28 de setembro, a terceira edição da Semana Social, ação promovida pela UDIPSS Braga, e que reúne muitas e diversas IPSS do distrito.
Uma vez mais, a iniciativa promove o debate de temas candentes para as instituições em duas conferências e ainda um megaconvívio com piquenique e muita animação.
No primeiro dia (26), o tema em discussão será «Saúde Mental, Doença Neurodegenerativa e Alzheimer”. O conferencista convidado é o renomado António Leuschner Fernandes, presidente do Conselho Nacional de Saúde Mental.
«Aplicação do Regulamento Geral de Proteção de Dados» é o tema da conferência do dia 27 que terá como oradora a advogada Vânia Cristina Delgado.
Ambas as sessões têm início às 14h30 e decorrerão no Auditório do Município de Barcelos.
Tal como nas edições anteriores (Braga e Guimarães), a Semana Social encerra com a festa convívio no Parque da Cidade de Barcelos.
O espaço transformar-se-á num imenso piquenique e, à atenção dos mais pequenos, num enorme parque infantil, com especial destaque para os tão amados insufláveis.
As IPSS do distrito que pretendam participar no piquenique devem (através do endereço de e-mail geral@udipss-braga.pt) indicar o número de participantes no sentido de reservar mesas e cadeiras.
O convívio terá início de manhã, seguindo-se o piquenique (em 2017, em Guimarães, foram mais de mil utentes, dirigentes e colaboradores os participantes), findo o qual atuará o Grupo de Bombos da APACI e o Grupo de Danças e Cantares da APAC.
Ao longo da tarde haverá ainda uma oficina de Canto, pelo Centro Social de Chorente, com a colaboração da Universidade Sénior Barcelos, uma aula interativa, pela Barcelos Saudável, oficinas de barro, com o apoio do Museu de Olaria, e muita animação musical com Professor Orlando e Companhia.
Festa garantida e muita animação para todos, independentemente da idade. No final, por volta das 16h00, haverá a entrega de lembranças aos participantes.

 

Data de introdução: 2018-09-24



















editorial

COOPERAÇÃO E FISCALIZAÇÃO

Estabelece a nossa Constituição o parâmetro normativo aplicável às IPSS, que se traduz, por um lado, no seu direito ao apoio do Estado e, por outro, na sua sujeição à fiscalização estadual.

Não há inqueritos válidos.

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

As consequências de um referendo
Não obstante as dúvidas que se levantam muitas vezes quanto à observância de todas as normas que devem regular os referendos, estes são sempre uma das expressões...

opinião

MANUELA MENDONÇA, PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA GERAL DA CNIS

Até sempre!
Decorridos pouco mais de 12 anos sobre a minha primeira participação na Direcção da CNIS, posição seguida de outros lugares de menor relevo e que culminou com dois...