SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE BRAGANÇA

I Congresso Ibérico em Cuidados Continuados Integrados

Integrado na Semana da Saúde, que a Santa casa da Misericórdia de Bragança está a promover no âmbito das comemorações do seu 500º aniversário, o I Congresso Ibérico em Cuidados Continuados Integrados realiza-se dia 21 de setembro, na Unidade de Cuidados Continuados Integrados da instituição brigantina.
O início do Congresso está agendado para as 9h15, no auditório Paulo Quintela, com a sessão de abertura a contar com as presenças do provedor Eleutério Alves, do diretor do Instituto de Segurança Social de Bragança, Martinho do Nascimento, do presidente do Conselho de Administração da ULS Nordeste, Carlos Vaz, e ainda do edil brigantino, Hernâni Dias.
Findo o momento mais institucional, os congressistas tomarão contacto com o primeiro tema do dia: «Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados».
Sob moderação de Jacinta Fernandes, provedora da Santa Casa da Misericórdia de Miranda do Douro, Manuel José Lopes (Coordenador Nacional da Reforma da RNCCI) abordará a «Estrutura Nacional da RNCCI: Futuro e Sustentabilidade» e José Martinez Riera (presidente da Asociación de Enfermería Comunitaria) dará a conhecer a «Realidade dos Cuidados Continuados em Espanha».
Após uma breve pausa, será tempo de debater a «A importância da qualidade na RNCCI», que terá moderação de Maria João Quintela, da Direção da CNIS com o pelouro da Saúde.
«Boas práticas e certificação da qualidade em Unidades de Internamento da RNCCI» é o tema que a diretora-técnica da UCCI da Misericórdia de Bragança, Susete Abrunhosa, tratará, enquanto José Ignácio Martin, investigador da Universidade de Aveiro, irá abordar as «Políticas e satisfação dos stakeholders da RNCCI».
A parte da tarde arranca com outra abordagem à rede, versando os «Cuidados Continuados Integrados e Reabilitação».
«Reabilitação e reinserção na limitação funcional, por Christine Cunha, docente da Escola Superior de Saúde do Porto, e «Estratégias de intervenção no doente crónico com patologia neurológica», por Quintino Aires, diretor-clínico do Instituto Vegotsky, são as temáticas de uma mesa que terá moderação de Liseta Gomes, diretora-técnica da Unidade Domiciliária de Cuidados Paliativos Terra Fria.
Por fim, «Os valores da vida nos Cuidados», que terá moderação de Eugénia Madureira, diretora-clínica dos Cuidados Hospitalares da ULS Nordeste.
«O valor da vida», por D. José Cordeiro, bispo de Bragança-Miranda; «Eutanásia: O valor máximo da vida é a liberdade», por José Pinto da Costa, professor catedrático jubilado, e Maria José Pinto da Costa, médica legista; e «Terapia da dignidade nos doentes em fim de vida», por Miguel Julião, investigador da Universidade do Minho, preenchem o programa da quarta e última mesa.
A sessão de encerramento estará a cargo de Marcolino Gonçalves, presidente da Mesa da Assembleia Geral da Santa Casa da Misericórdia de Bragança, e de D. José Cordeiro.
Para além do I Congresso Ibérico em Cuidados Continuados Integrados, a Semana da Saúde da Misericórdia de Bragança contou, entre outras atividades, com rastreios e diversos workshops.

 

Data de introdução: 2018-09-20



















editorial

ESTADO E PROTECÇÃO SOCIAL

(...) Estas organizações estão protegidas pelo número 5 do artigo 63º da Constituição da República Portuguesa, que reconhece a  sua existência, enquadrando, então, as Instituições Particulares...

Não há inqueritos válidos.

opinião

JOSÉ A. DA SILVA PENEDA

Mais proximidade e mais horizontalidade nas políticas sociais
Seguramente que em Portugal as realidades sociais são distintas, por exemplo, entre as regiões do interior, mais rurais, de outras, como os grandes centros urbanos e as suas periferias.

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

O peso da História
A História pesa sempre na construção da identidade de um país. Em alguns casos, ela é mesmo invocada como factor decisivo na definição da consciência...