COMPROMISSO DE COOPERAÇÃO

Adenda 2018 para ler e consultar

Há cerca de duas semanas Governo e Setor Social Solidário assinaram a Adenda ao Compromisso de Cooperação para o Setor Solidário 2017-2018.
Sobre o consenso agora alcançado e em específico sobre a atualização dos acordos em 2,2%, o presidente da CNIS comentou, dizendo: “Muito? Pouco? Certamente menos do que gostaríamos para a prossecução da missão das IPSS, mas o suficiente tendo em atenção os indicadores para o seu estabelecimento: inflação e aumento dos custos, nomeadamente com o impacto do aumento do salário mínimo (justo) e a necessidade de serem dados sinais meramente indicativos na contratação coletiva”.
Por seu turno, o Governo enfatizou, em comunicado, ser o “maior aumento da comparticipação financeira no âmbito da cooperação com as instituições do setor social desde 2010”.
Leia  AQUI na íntegra a Adenda ao Compromisso de Cooperação para o Setor Solidário 2017-2018.

 

 

Data de introdução: 2018-04-27



















editorial

A IMPORTÂNCIA ECONÓMICA DAS IPSS

Há dados sobre as IPSS bem conhecidos: em 31 de dezembro último, contando naturalmente com as regiões autónomas, entre associações (3.121), cooperativas (50) e fundações (329) de solidariedade social, centros sociais...

Não há inqueritos válidos.

opinião

PADRE JOSÉ MAIA

Europa: Quem te viu e quem te vê...
Escrevo esta crónica num dia em que os líderes dos 28 países da União Europeia tiveram de fazer um longo serão para poderem redigir um documento político de...

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

Migrações e crises políticas
Desde a sua criação, já foram muitas as crises que ameaçaram o progresso e a estabilidade da União Europeia. Algumas dessas crises obrigaram à...