FESTA DA SOLIDARIEDADE - MENSAGEM DA SECRETÁRIA REGIONAL PARA A INCLUSÃO E ASSUNTOS SOCIAIS

Comprometimento com o Bem

Manifesto a minha maior satisfação em associar-me a estas iniciativas promovidas pela CNIS (Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade) e pela UIPSS (União das Instituições Particulares de Solidariedade) e que, pela primeira vez, têm lugar nesta Região Autónoma.
Estas duas iniciativas – a Festa da Solidariedade e a Chama da Solidariedade – são exemplos de como as instituições conseguem fazer valer a sua disponibilidade, a sua imaginação e a sua criatividade, organizando ações que possibilitam dar visibilidade à sua ação e, em simultâneo, obter comparticipações que contribuam para a sua subsistência e permitam continuar com o trabalho que têm vindo a desenvolver em prol das populações mais vulneráveis.
O Povo Madeirense para além de resiliente, respondendo sempre nos momentos de catástrofe e de emergência, tem igualmente sabido ser solidário diariamente no apoio aos que mais precisam. Este comprometimento com o Bem, presente em pequenos e grandes gestos, sensibiliza e engrandece qualquer Ser Humano e honra-me enquanto Secretária Regional da Inclusão e Assuntos Sociais da Região Autónoma da Madeira, dando-me o privilégio de contar com cidadãos e com Instituições da Economia Social, exemplares na sua ação, e a quem aproveito para dirigir o meu apreço e o meu reconhecimento.
Associo-me à CNIS e à UIPPS e chamo à participação massiva nestas iniciativas, as instituições, os voluntários, os utentes, os colaboradores, os parceiros e todos os cidadãos, colaborando num acontecimento que muito nos enobrece e que contribuirá, certamente, para reforçar a ação dos vários agentes que intervêm no âmbito da solidariedade, unificando-os no espírito e envolvendo-os numa nobre missão em prol das causas sociais.

Rubina Leal (Secretária Regional da Inclusão e Assuntos Sociais)

 

Data de introdução: 2017-05-25



















editorial

CASAS DO POVO

1. As Casas do Povo foram criadas no regime do "Estado Novo" pelo Decreto-Lei n.º 23 051, de 23 de setembro de 1933, como peça chave da organização corporativa do trabalho rural. Funcionavam como organismos de...

Não há inqueritos válidos.

opinião

PADRE JOSÉ MAIA

Democracia à prova!
Portugal vai confrontar-se, a curto prazo, com um conjunto de testes à sua forma de organização como sociedade democrática!

opinião

ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA

Comércio Internacional: a outra guerra
Parece que o mundo ultrapassou recentemente mais uma crise ameaçadora para a Paz no mundo. Falamos, claro está, da surpreendente aproximação entre a Coreia do Norte e os Estados...